Após 17 dias do último reajuste de combustíveis, o presidente Jair Bolsonaro nesta segunda-feira(25) voltou a falar sobre a possibilidade de privatização da estatal . “Vender a estatal é uma proposta que já entrou no nosso radar. Mas privatizar qualquer empresa não é como alguns pensam, que é pegar a empresa botar na prateleira e amanhã quem der mais leva embora. É uma complicação enorme. Ainda mais quando se fala em combustível. Se você tirar do monopólio do Estado, que existe, e botar no monopólio de uma pessoa particular, fica a mesma coisa ou talvez até pior”, disse Bolsonaro à rádio Caçula, de Três Lagoas (MS).Ele ainda afirmou que “paciência do povo se esgotou” em relação aos valores dos combustíveis. São problemas que não se resolvem em três anos Agora, o povo está com a paciência lá embaixo, a paciência dele praticamente se esgotou e vai para as críticas, das mais absurdas possíveis. Lamento, peço a Deus que preservemos nosso maior bem, que ainda é a liberdade. Já vendemos duas refinarias, são 13, se não me engano, pretendemos vender mais, mas vender com responsabilidade. O que a gente precisa aqui? Fazer uma refinaria no Brasil, e nós não temos dinheiro para tal, se nós tivermos um preço desajustado com o lá de fora, o capital externo ou interno não vai querer fazer refinaria no Brasil”, afirmou

Movimento nacional dos caminhoneiro estão se organizando para manifestação em Brasília por melhores condições de trabalho. O objetivo é chegar ao DF com caminhões de todas as regiões (Valter Campanato/Agência Brasil)

CAMINHONEIROS INSATISFEITOS
Após confirmar a realização de uma reunião nesta quinta-feira (28) com o presidente da Frente Parlamentar Mista dos Caminhoneiros Autônomos e Celetistas, deputado federal Nereu Crispim (PSL-RS), e outros representantes da categoria, a Secretaria Especial de Articulação Social do governo Jair Bolsonaro desmarcou a agenda alegando que havia sido noticiado pela imprensa que os ministros da Casa Civil, Ciro Nogueira, e da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, participariam do encontro, o que não seria verdade. Os caminhoneiros levariam aos auxiliares presidenciais as demandas do segmento, como a revisão da política de preços de combustíveis da Petrobras e a defesa da constitucionalidade do piso mínimo do frete. Em razão do cancelamento, a greve, acertada em meados de outubro e marcada para o dia 1º de novembro, ganhou mais força.

RELATORIO POLÊMICO
Finalmente, os integrantes da CPI da Covid votam, nesta terça-feira (26),, o relatório final do senador Renan Calheiros (MDB-AL), , com a proposta de enquadramento do presidente Jair Bolsonaro em nove crimes — a acusações de genocídio foi retirada. Uma vez aprovado pelo colegiado, a previsão é de levar o parecer para apreciação da Procuradoria-Geral da República (PGR), para análise de Augusto Aras, já no dia seguinte à apreciação do documento .Os integrantes da comissão de inquérito apresentarão o texto aos ministérios públicos para os casos nos quais não há prerrogativa de foro e, paralelamente, ao presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), para que tome conhecimento dos delitos imputados a Bolsonaro.

BOLSONARO NO PL
A semana começou quente em Brasília, com a divulgação de um vídeo nesta segunda-feira (25), onde o ex-deputado federal e presidente do Partido Liberal (PL), Valdemar Costa Neto, reiterou o convite ao presidente Jair Bolsonaro, atualmente sem partido, seus filhos e apoiadores para se filiar ao partido. De acordo com Neto, a sigla fará um projeto “arrojado” nas próximas eleições para a reeleição de Bolsonaro .“Estamos reiterando o convite de filiação partidária dirigido ao presidente Jair Bolsonaro, seus filhos e fiéis seguidores da causa brasileira sob sua liderança”, afirmou Valdemar. O vídeo de Valdemar vem após o senador governista Jorginho Mello, também do PL, visitar Bolsonaro no Palácio do Planalto a última sexta-feira (22) e afirmar que “gostaria muito” de ver o presidente no partido. “Inspirados na grandeza desse passo, seguiremos orientados pela fé no futuro do Brasil certo de nossas convicções na batalha de reeleição do presidente Bolsonaro pelo Partido Liberal”, continua o político. Valdemar ainda afirmou que o PL “desempenhará um papel de maior protagonismo no contexto da política nacional”. Segundo ele, serão organizadas “chapas robustas” para o Senado, Câmara e assembleias estaduais. “Nós disputaremos a preferência do voto inclusive nas disputas para os governos estaduais”.

3 COMENTÁRIOS

  1. A Petrobrás ainda não se recuperou da roubalheira do PETROLÃO, refinarias ficaram no início de sua construção e outras apenas na planta, isto é, no papel e, enquanto isso, os ladrões e corruptos que depenaram essa gigante do petróleo estão livres, graças aos governos de Lula e Dilma, quando a corrupção e impunidade corriam soltas pelo Brasil, gastando o fruto do roubo, tanto no Brasil como nos paraísos fiscais e bancos europeus os bilhões de dólares e, em consequência, o povo brasileiro pagando a conta, isto é, combustíveis (gasolina, óleo diesel e gás de cozinha e derivados) sendo importados ao preço de mercado internacional. Com isso temos uma “sopa” preparada com muito sal e pimenta, cuja inflação está nos dois dígitos.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui