O volume exportado pela cidade, em 2021, já é 33,5% maior que no mesmo período de 2020 (Foto – Divulgação/Prefeitura)

Rondonópolis chega ao mês de setembro liderando o ranking de exportações em Mato Grosso. No Brasil, a cidade é a 19ª maior exportadora no ano. Somente nos nove primeiros meses de 2021, Rondonópolis já exportou um total de U$ 1.797,28 bilhão. O superávit entre janeiro e setembro do Município chegou a U$ 982,36 milhões. O volume exportado pela cidade, em 2021, já é 33,5% maior que no mesmo período de 2020. Os dados são do Ministério da Economia.

Com o resultado alcançado nas exportações entre os meses de janeiro e setembro deste ano, o valor exportado pelo Município representa 10,8% do total das exportações de Mato Grosso no período. No Brasil, as exportações de Rondonópolis, nestes nove primeiros meses, equivalem a 0,8% do total exportado pelo país. Somente em setembro, Rondonópolis exportou um total de U$ 133 milhões.

 

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————————————————————————————————

 

 

Tortas e outros resíduos sólidos da extração do óleo de soja foi o principal produto exportado pela cidade entre os meses de janeiro e setembro de 2021, representando 50% das exportações do Município. Na sequência vem a soja, mesmo triturada, que representou 29% do total exportado no período. Ainda há o algodão com participação importante nas exportações, que representou 7,9% do total exportado.

Ainda aparecem como produtos importantes nas exportações da cidade, o milho e a carne bovina congelada.
No período, os países que receberam a maior parte das exportações de Rondonópolis foram China e Indonésia, seguidas de países do Oriente Médio e União Europeia.

IMPORTAÇÕES
Rondonópolis também mantém os resultados positivos nas importações, sendo, no período compreendido entre janeiro e setembro, o Município que mais importa em Mato Grosso e 40º no Brasil. O total importado no período pela cidade chegou a U$ 814,92 milhões.

As importações de Rondonópolis representaram entre janeiro e setembro, 42,1% do total das importações de Mato Grosso e 0,5% do volume importado no Brasil. O país que mais vendeu produtos para o Município no período foi a Rússia.

Entre os principais produtos importados estão os fertilizantes potássicos, que representaram 39% do volume total das importações, seguido dos fertilizantes contendo azoto, fósforo e potássio, que representaram 36% das importações.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui