Defesa Civil informou que o nível subiu 0,19 cm em relação à última medição realizada há duas semanas (Foto – Defesa Civil)

As últimas chuvas que caíram em Rondonópolis e na região trouxeram algum alívio para o volume de água do Rio Vermelho. Ontem (20), a Defesa Civil Municipal realizou nova medição com o apoio de uma equipe de topógrafos e informou que o nível subiu 0,19 cm em relação à última medição realizada há duas semanas.

Ontem, o Rio Vermelho estava com 0,97 cm de nível de água, que apesar de ser considerado ainda bem abaixo das médias históricas para o período, já apresentou melhora quando comparado aos 0,78 cm medidos há duas semanas, ainda no início das chuvas.

 

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————————————————————————————————

 

 

O coordenador da Defesa Civil Municipal, João Mototáxi, explicou que Rondonópolis registrou 100 milímetros de chuva nesta última semana e isso possibilitou o aumento do nível da água. Porém, ele alerta que em 2020 o rio já havia registrado um dos menores níveis já verificados e neste ano, a situação foi ainda mais grave. A preocupação, conforme destacou, é que as secas dos próximos anos possam ter condições ainda mais graves.

João Mototáxi reforçou que apesar da cidade não ter enfrentado racionamento de água em função da crise hídrica deste ano, o Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear) não tem conseguido captar água do Rio Vermelho nas últimas semanas em função do seu baixo nível.

“É preciso começar a buscar alternativas para captação de água na cidade e uma delas seria a construção de uma represa para utilizar a água da chuva no abastecimento. Essa é uma das possibilidades que pode ser usada. É necessário que o município invista nessa área para evitar problemas no futuro”, alertou.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui