Obra na Avenida Poguba ainda não tem previsão de conclusão, restando a finalização de uma série de detalhes (Foto – A TRIBUNA)

Depois de mais de dois anos de iniciada, a duplicação da Avenida Poguba, na Vila Goulart, ainda não tem garantia de finalização. A obra não foi paralisada no momento, mas está em ritmo bem lento e, conforme a empresa responsável pela obra, a Construtora Amil Ltda, não há como promover sua conclusão sem que haja um reequilíbrio econômico-financeiro do contrato.

O proprietário da Construtora Amil, Francisco Marino, explica que o contrato da obra em execução na Avenida Poguba prevê o seu término até dezembro deste ano. Contudo, repassou ao A TRIBUNA que, sem a concessão por parte do Município do pedido de reequilíbrio econômico-financeiro, não tem como concluir o projeto.

 

 

———— CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————
————————————————————————————

 

 

Conforme Francisco, desde quando a obra foi iniciada, existe item que ficou até cinco vezes mais caro, sendo necessária uma atualização do valor do contrato. Mesmo assim, o empresário atesta que tem procurado conduzir a obra, ainda que em ritmo lento.

A Prefeitura de Rondonópolis já deu uma negativa a um primeiro pedido de reequilíbrio econômico-financeiro feito por parte da construtora, mas esta entrou com nova solicitação, porém o Município ainda não se posicionou.
Para conclusão do projeto, ainda faltam serviços como o término da iluminação pública, da ciclovia, colocação do piso tátil na calçada, construção das passagens elevadas e a sinalização. Apesar de serem detalhes, Francisco atesta que contempla itens caros.

(Foto – A TRIBUNA)

A estimativa é que a duplicação da Avenida Poguba esteja com 80% concluída. A duplicação da via foi inciada em 2019, sendo paralisada por várias vezes. Segundo Francisco, o atraso na obra foi ocasionado por fatores alheios à sua vontade, como falhas existentes no projeto.

Vale lembrar que, no começo de maio deste ano, a Câmara Municipal aprovou a abertura de crédito especial até o montante de R$ 3,124 milhões, para pagamento de saldo contratual da obra na Avenida Poguba, o que possibilitou a retomada dos trabalhos.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui