Taxa de ocupação das UTIs públicas ontem era de 16,7%, com 5 pacientes internados e 25 leitos disponíveis (Foto – Maike Toscano/Ilustrativa)

A taxa de ocupação das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) públicas cai para um dos menores níveis da pandemia e ontem (19) era de 16,7%, com 5 pacientes internados e 25 leitos disponíveis. Os dados são do boletim epidemiológico da Covid-19 da Secretaria Municipal de Saúde e mostram ainda que a taxa de ocupação das enfermarias públicas era de 3,3%, com 3 pacientes internados.

Conforme o boletim, Rondonópolis chegou ainda ao quinto dia seguido sem registro de mortes em decorrência da doença. Desde o início da pandemia, 942 pessoas perderam a vida na cidade. Nas últimas 24 horas, mais 22 novos casos da doença foram confirmados.

 

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————————————————————————————————

 

 

Ao todo, 38.200 pessoas se infectaram na cidade ao longo da pandemia. Destas, 37.069 se recuperaram e ainda há 189 com casos ativos do vírus. São 181 pessoas em isolamento domiciliar e 8 hospitalizadas.

MATO GROSSO
A Secretaria de Estado de Saúde divulgou ontem (19) que mais 6 óbitos foram confirmados em Mato Grosso. São 13.899 mortes em decorrência da Covid-19 no Estado desde o início da pandemia.

Também foram confirmados mais 436 novos casos da doença. Com isso, Mato Grosso chega a 543.838 pessoas infectadas com o coronavírus, sendo que destas 527.471 se recuperaram. Ainda há no Estado 1.858 pessoas em isolamento domiciliar com o vírus ativo.

Nas UTIs públicas, 76 pessoas estavam internadas e a taxa de ocupação era de 23,10%. Nas enfermarias públicas, outras 45 pessoas estavam internadas e a ocupação era de 8%.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (112.934), Várzea Grande (39.789), Rondonópolis (38.200), Sinop (26.191), Sorriso (18.372), Tangará da Serra (17.783), Lucas do Rio Verde (15.691), Primavera do Leste (14.773), Cáceres (11.902) e Alta Floresta (10.688).

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui