O IBGE e a Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) divulgam duas bases de dados para orientar as análises sobre recursos hídricos no Brasil (Foto – José Cruz/Agência Brasil)

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou, em parceria com a Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA), duas bases de dados para orientar as análises sobre recursos hídricos no Brasil. Uma é a inédita base de dados geográficos das Bacias Hidrográficas do Brasil (BHB250) e a outra, a rediscussão da base da Divisão Hidrográfica Nacional (DHN250).

O IBGE informou que a publicação Série Relatórios Metodológicos v.48 | Bacias e Divisões Hidrográficas do Brasil descreve detalhadamente os procedimentos adotados para a realização das bases. Para o órgão, isso permite a possibilidade de organizar a geração de informações das diversas temáticas por bacias e regiões hidrográficas.

De acordo com o gerente de Dinâmicas Ambientais e Territoriais do IBGE, André Polly Assumpção, as publicações apresentam, de maneira sistematizada, os recortes hidrográficos espaciais do país para realização de cruzamentos de informações e análises.

 

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————————————————————————————————

 

 

Assumpção disse que a parceria com a ANA é fundamental, porque estabelece códigos, nomes e limites comuns. O gerente acrescentou que com essas bases de dados comuns, será possível aprimorar o intercâmbio de dados entre IBGE e a ANA. “A sociedade passa a contar com uma referência integrada chancelada pela agência reguladora de recursos hídricos e o instituto nacional de estatística do Brasil”, disse.

A base da Divisão Hidrográfica Nacional detalha as 12 regiões hidrográficas do país, estabelecidas em 2003 pelo Conselho Nacional de Recursos Hídricos (CNRH). Conforme o IBGE, o produto foi feito a partir da Base Hidrográfica Ottocodificada (BHO) da ANA e anexou mais dois níveis hierárquicos, com seus limites espaciais, nomes e códigos.

“Dessa forma, além das 12 macrorregiões hidrográficas, também foram estabelecidas 54 mesorregiões e 302 microrregiões, que passarão a integrar o Quadro Geográfico de Referência para Produção, Análise e Disseminação de Estatísticas, divulgado pelo IBGE desde 2019”, informou o IBGE.

REGIÕES HIDROGRÁFICAS
A DHN250 divide o território brasileiro em regiões hidrográficas. Aspectos do espaço, como a ocupação e a gestão de recursos hídricos são considerados junto com o limite natural das bacias. As regiões hidrográficas podem compreender uma ou mais bacias hidrográficas contíguas com características naturais, sociais e econômicas homogêneas.

No outro conjunto de informações, a BHB250 mostra as principais bacias hidrográficas do Brasil, representando a área da superfície terrestre delimitada por divisores de águas que capta e escoa as águas das chuvas por rios e córregos para um único ponto de saída. “Essa base de dados é voltada para o aspecto geomorfológico na delimitação das suas unidades”, disse.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui