Mauro Mendes: “Entre as poucas visitas do governador à cidade, esta foi a que mais ele esteve presente no corpo a corpo com a população…”

1 – SENHORES E SENHORAS,
esta semana tivemos em Rondonópolis a visita do governador Mauro Mendes (Dem), que já estava distante da cidade há muito tempo. Situação que já falamos muito aqui na Coluna. Avaliamos que entre as poucas visitas do governador à cidade, esta foi a que mais ele esteve presente no corpo a corpo com a população, inclusive com um mega evento comunitário realizado na Uramb com lideranças de bairros de toda a cidade e região. Para nós, este evento foi um grande tacada política, que seguiu o conselho dado pelo Colunista meses atrás de que grande parte do eleitorado local gosta é do corpo e corpo e “tapinha nas costas”. Fato que até então o governador se ausentava, mas na última semana veio com tudo e com muitas “cartas nas mangas”, onde em uma visita oficial se reuniu com o prefeito José Carlos do Pátio para tratar de projetos para trazer melhorias para a cidade. Em entrevista coletiva depois da reunião, Mendes anunciou investimentos de aproximadamente R$ 61 milhões para promover melhorias na infraestrutura dos distritos industriais de Rondonópolis e falou sobre o Hospital Regional, a Unemat e a duplicação do Anel Viário, “gargalos” bem reivindicados pelo prefeito Zé do Pario ao Mauro Mendes. O governador deixou a cidade com o compromisso de investir R$ 40 milhões em recursos estaduais e mais aproximadamente R$ 21 milhões de uma emenda do senador Carlos Fávaro para melhorias nos distritos industriais. E claro, para ficar bem com o eleitorado local, que a maioria votou em Mauro Mendes para governador, ele terá que cumprir essa promessa, ainda mais que no próximo ano teremos as eleições e Mendes deverá buscar a reeleição.

Lindomar Alves: “A sua escolha para a Setrat foi muito acertada, já que tem serviços públicos prestados, sendo duas vezes secretário de Meio Ambiente…”

CONTUNDO,
ainda analisamos uma outra vertente sobre esta visita do governador, além do “corpo a corpo” com as comunidades. Implicitamente, pareceu que o governador tenta uma aproximação política com o prefeito Zé do Pátio, depois de praticamente ignorá-lo desde o começo do seu atual mandato, uma vez que, nas eleições passadas para governador, Pátio apoiou abertamente a reeleição do ex-governador Pedro Taques (SD). Talvez esta aproximação de Mendes com Pátio seria uma forma de neutralizar o projeto do prefeito de Rondonópolis de se candidatar ao governo do estado e apoiar o seu projeto de reeleição, sendo que, nos bastidores, Pátio começou a movimentar o “tabuleiro político”, fortemente com esta finalidade, inclusive reunindo em seu palanque o apoio do senador Wellington Fagundes (PL), os deputados estaduais Nininho (PSD), Janaína Riva (MDB) e até o prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB), que é um dos principais rivais políticos do governador. Em nossa visão, os investimentos principalmente nos distritos industriais realmente virão, caso as investidas políticas de Pátio rumo ao governo do estado cessem. Se Pátio continuar articulando candidatura para o governo, é obvio e notório que Mendes não irá lhe dá o mérito destes investimentos milionários na cidade.

2 – QUANDO
muita gente achava que após a negativa do vereador investigador Gerson (MDB), em assumir o comando da Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito (Setrat), quem poderia assumir a pasta seria um dos vereadores emedebistas, Adonias Fernandes ou Cláudio da Farmácia, a surpresa foi a definição do nome do servidor público de carreira Lindomar Alves (PSD). Após mais de um ano e meio sem um titular, a Setrat será comandada agora pelo Lindomar Alves, que tomará posse no cargo no próximo dia 1º de outubro, considerando que ele está de férias e vem cuidando de algumas questões particulares. O prefeito Zé Carlos do Pátio teria feito o convite de maneira pessoal e não partidária, por ter um perfil alicerçado no trabalho e resultado mais operacional de Lindomar, que já foi secretário do Meio Ambiente com muita maestria. E avaliamos que a escolha de Lindomar Alves que tem 48 anos, foi muito acertada. Além disso ele é graduado em Geografia e pós-graduado em Educação Ambiental pelo antigo CUR/UFMT, está no décimo semestre do Curso de Direito da Unic/FAIESP, é analista instrumental/fiscal do Meio Ambiente, ambientalista, tendo exercido por duas vezes o comando da pasta de Meio Ambiente de Rondonópolis; é ainda quarto suplente de vereador do PSD na atual legislatura, partido da base do prefeito Zé do Pátio.

3 – O QUE ESTÁ
sendo visto como um trunfo eleitoral para o governador Mauro Mendes, que buscará a reeleição, é o projeto inédito da ferrovia estadual. Como foi noticiado, a concessionária Rumo Logística assinou o contrato com o Estado e a previsão é de concluir a linha de trilhos para entrar em operação no trecho entre Rondonópolis e Cuiabá até 2025. Já para os trilhos chegar em Lucas do Rio Verde a previsão é em 2028. O que se fala nos bastidores da política a esperança de Mauro é de inaugurar essa primeira etapa da obra ainda em um possível segundo mandato de governador. Como sabemos, o terminal ferroviário de Rondonópolis e sua maior utilização têm sido o responsável pela crescente arrecadação do Município nos últimos anos. O interessante é que esse impacto positivo nos cofres públicos vem ocorrendo mesmo sem o recebimento pela cidade de novos grandes investimentos industriais. Agora o alerta de estudiosos do setor, é que essa boa fase pode não ser sustentável a longo prazo. Em síntese, “a bonança não será eterna!”, pois existe a tendência de expansão das rotas de escoamento da produção do Estado para as regiões do “arco norte”, via investimentos em rodovias, hidrovias e ferrovias, que tendem a rivalizar como opção ao escoamento via terminal local, prejudicando a economia de Rondonópolis.

1 COMENTÁRIO

  1. Mais uma vez o prefeitão centralizador para não usar outro adjetivo, fez uma escolha para a SETRAT politica! O que Lindomar Alves que sempre esteve ligado a questões ambientais entende de transito? falar que é bom gestor público não é prerrogativa para o cargo, é dever de qualquer um que ali esteja enquanto gestor! nossa cidade precisa de um gestor que entenda de transito! e não mais um que sempre se promove para pular de cadeiras em cadeiras!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui