Saldo da operação foi considerado positivo (Foto – Divulgação)

Durante uma semana entre os dias 20 a 24 de setembro, uma força tarefa capitaneada pela Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), realizou na BR 364, em Rondonópolis, abordagens a veículos de carga, com o objetivo de verificar irregularidades e coibir fraudes nos fertilizantes, corretivos e inoculantes que são insumos essenciais para a agricultura.

O saldo da operação foi positivo para o chefe da Divisão de Registros da Coordenação de Fertilizantes, Inoculantes e Corretivos, que faz parte do Departamento de Sanidade Vegetal e Insumos Agrícolas (DSV), Henrique Bley.

 

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————————————————————————————————

 

 

“Foi uma operação muito bem sucedida e bem organizada, onde tivemos o apoio da Superintendência da Agricultura de Cuiabá, da PRF e localmente da Famato, por meio do Sindicato Rural. Destes mais de 500 veículos abordados, 290 eram de fertilizantes, onde foi possível coletar 94 amostras, o que poderá representar mais de 4 mil toneladas do produto, que verificamos que são provenientes desde o Rio Grande do Sul, Paraná e da indústria local, onde na sua maioria estava em conformidade na parte de documentos e posteriormente se verificado a questão da qualidade por meio dos laudos laboratoriais”, explicou.

Veículos com cargas foram abordados durante a fiscalizção (Foto – Divulgação)

Para o presidente do Sindicato Rural de Rondonópolis, Lucindo Zamboni Junior, este tipo de ação do Mapa traz excelentes resultados para quem adquire insumos agrícolas. “Essa fiscalização ajuda o produtor rural a ter um produto de qualidade e fiscalizado, então é uma ação pioneira que com certeza trará muitos frutos para o produtor. A expectativa é que para o próximo ano este tipo de ação também para outras regiões do Estado, assim conseguindo o objetivo de levar os insumos agrícolas com maior qualidade a todos os locais de Mato Grosso”, concluiu.

O suporte fornecido pela Polícia Rodoviária Federal, segundo o chefe da delegacia em Rondonópolis, Donizete Aparecido Alves de Souza, vai de encontro com as atribuições da instituição. “Este trabalho do Mapa é de suma importância para nós da PRF, para o País e principalmente para o estado de Mato Grosso que é essencialmente agrícola. Pois realizam uma fiscalização que estava faltando, existem muitas fraudes em adubos, fertilizantes, herbicidas e fungicidas, que são itens essenciais para a lavoura e a saúde de nosso campo. E da nossa parte damos todo o suporte para que os auditores possam fazer o trabalho da melhor forma”, disse.

ESTRUTURA
A força tarefa foi composta pelo Ministério da agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), por meio da Secretaria de Defesa Agropecuária (S.D.A), Departamento de Sanidade Vegetal e Insumos Agrícolas (DSV) em conjunto com a Superintendência Federal de Agricultura no Mato Grosso (SFA-MT) e apoio da Polícia Rodoviária Federal, Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato) e Sindicato dos Produtores Rurais de Rondonópolis.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui