Gerente Regional do Indea, Ricardo Oliveira Alves: “pedimos especial atenção da classe produtora para os cuidados com esta doença” (Foto – Arquivo)

O INDEA identificou, em uma propriedade rural de Rondonópolis, um foco de raiva provocado por herbívoros (morcegos), em um equino que morreu após ter contraído raiva.

Segundo o gerente regional do Indea, Ricardo Oliveira Alves, o foco teve origem em uma propriedade que num raio de 10 quilômetros abrange mais de 230 propriedades no município de Rondonópolis.

 

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————————————————————————————————

 

 

“As notificações das propriedades já começaram a ser feitas, assim como as vacinações. A vacinação contra a raiva dos herbívoros é obrigatória no foco e no perifoco, no prazo estipulado pela legislação, em quinze dias, com o reforço após 21 dias da primeira dose. A raiva é uma virose quase sempre fatal que acomete os mamíferos, inclusive o homem. Pedimos especial atenção da classe produtora para os cuidados com esta doença devido a sua capacidade de transmissão. No último trimestre, registramos focos nos municípios de Dom Aquino, Pedra Preta, Tesouro e este último em Rondonópolis. As revendas de produtos veterinários foram notificadas a manterem um estoque de vacinas adequado para a atual situação”, disse o gerente regional.

Ele explica que encontra-se no INDEA/MT de Rondonópolis a relação das propriedades envolvidas. Para maiores informações, os produtores devem procurar a unidade.

Se alguém souber da presença de abrigos (cavernas, casas abandonadas e etc), com a presença de morcegos, comunicar a unidade do Indea mais próxima para que se possa agendar uma visita da equipe de captura de morcegos hematófagos.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui