Encontro ontem na prefeitura entre o prefeito Zé Carlos do Pátio e o presidente do TCE-MT, Guilherme Maluf (Foto – Wheverton Barros/Prefeitura)

Em visita do presidente do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso (TCE/MT), Guilherme Maluf à Prefeitura de Rondonópolis, na manhã de ontem (20), o prefeito José Carlos do Pátio esclareceu que um problema interno no Município com relação a atualização de dados no sistema Radar Obras Paralisadas do Tribunal fez com que a Prefeitura configurasse no ranking como a cidade de Mato Grosso com o maior número de obras paradas.

O sistema Radar Obras Paralisadas foi lançado pelo TCE/MT no início de junho deste ano e trazia uma relação de obras paralisadas em todas as cidades de Mato Grosso. O sistema também apresentava um ranking com os municípios com o maior número de obras não terminadas no Estado. Quando lançado, Rondonópolis aparecia em primeiro lugar com 234 obras paradas, como mostrado pelo A TRIBUNA.

 

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————————————————————————————————

 

 

Segundo Pátio, uma auditoria interna descobriu que grande parte do problema estava na atualização de dados pela Prefeitura no sistema de registro de controle de obras do TCE/MT. Muitas das obras que apareciam entre as paralisadas na cidade, segundo ele, eram antigas e o Município encontrava problemas para localizar a documentação e assim atualizar o sistema.

Identificado o problema, a Prefeitura passou a promover as correções necessárias, atualizando o sistema. Com isso, das 234 obras listadas inicialmente como paradas, restam no sistema do tribunal 39 nestas condições. No entanto, de acordo com o prefeito, essa quantidade ainda deve ser reduzida pela metade com a atualização do sistema que ainda está em andamento.

Pátio reconheceu que parte do problema foi realmente ocasionado por problemas na Prefeitura, com a não atualização adequada do sistema. “Mas nós já detectamos, já alimentamos o sistema e o Tribunal já está vendo isso e está aqui para nos orientar sobre o que é melhor para os municípios”, ressaltou.

2 COMENTÁRIOS

  1. Ah tá! O problema desse monte de obras paradas da cidade é o “sistema”! Beleza então! Perfeitamente compreensível! Tá certo! Claro, não podia ser diferente! Cê acha? Pra que chamar de “Obra Parada” uma obra que está apenas “esquecida” ou “interrompida” ou quem sabe “estagnada”, ou ainda “encalhada” “inativa” “ociosa” “suspensa” ou quem sabe até “siderada”!

    Então, tá explicado ué!
    Obra parada em Rondonópolis? Onde?
    Nosso Excressentíssimo Prefeito Zé do Pátio, é o cara! Ele sabe tudo e resolve tudo!
    Vocês vão ver agora que ele colocou um cara que é secretário de meio ambiente e futuro advogado pra cuidar do trânsito… …vai melhorar muito!
    O próximo passo é colocar um policial pra cuidar da saúde, um dentista pra cuidar da educação e um médico pra gerir a segurança pública!
    O Zé é um revolucionário!
    Como não pensaram nisso antes?
    Parabéns Zé! Rondonópolis caminha a passos largos… …pro fundo do poço!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui