Thiago Silva: “Presidente local do MDB, não foi convidado por Pátio para debater a indicação de um seu filiado para a Setrat.”

1 – SENHORES E SENHORAS,
como vimos na última semana o vereador Investigador Gerson (MDB) declarou com exclusividade para o A TRIBUNA, que não aceita o convite do prefeito Zé Carlos do Pátio (SD), para assumir o comando da Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito (Setrat). “Não vou assumir a pasta”, sentenciou. Em nossa opinião, a vontade do vereador em assumir a pasta era grande, mas para apresentar um serviço de excelência para a população ele precisaria de algo que, infelizmente ao longo de 16 anos de imprensa que este Colunista possui, nunca percebeu no prefeito oferecer para alguém, ou seja, total autonomia para seus os seus indicados, por mais que eles sejam de sua confiança.

Percebemos que Gerson sondou muito bem a situação, onde inclusive se reuniu com as equipes da Setrat, as quais lhe receberam muito bem e lhe viram como uma esperança para aquela pasta quase que abandonada e diante a inúmeros “gargalos”, sem resolução em nosso trânsito.

MAS AGORA
que o Investigador Gerson disse NÃO ao prefeito, qual seria o novo nome que ele deverá convidar para o cargo? Até então o que se fala é que Pátio deu a indicação da pasta para o MDB, no entanto é algo duvidoso, pois se assim fosse, como ocorre normalmente nas gestões municipais, ele teria que ter chamado o presidente local do partido, que é o deputado estadual Thiago Silva para debater a pauta e alinhar a indicação. Mas isso não foi feito. Ao que tudo indica, esta de Pátio querer oferecer o comando da Setrat para os emedebistas seria apenas uma das cartas na manga para desarticular o grupo que defendia a antecipação da eleição da mesa diretora da Câmara Municipal, e que agora promete lhe fazer oposição – pelo menos é o que dizem os vereadores que sobraram do grupo.

 

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————

————————————————————————————

 

 

2 – O QUE SE FALA
nos bastidores da política local, é que o MDB nunca esteve e nem está na base do prefeito, mas Pátio tem a simpatia de dois dos seus vereadores, ou seja, Adonias Fernandes e Cláudio da Farmácia, nomes inclusive que um pode assumir a titularidade da Setrat, a partir da negativa do vereador Gerson. No entanto, em nossa avaliação, para um vereador deixar o cargo para assumir uma pasta como a Setrat, é uma fato de risco, pois precisa ter conhecimento para poder transformar o trânsito da cidade a ponto de conseguir um bônus político muito grande. Aqui vale ressaltar que tal experiência o Investigador Gerson tem de sobra, mas parece que faltou garantir a ele total autonomia de gestão. Logo, ao que tudo indica, até que encontre um novo nome, a pasta continuará no “Deus dará”.

3 – APESAR DE PÁTIO
ter conseguido desarticular o grupo que defendia a antecipação da eleição da mesa diretora, acreditamos que o prefeito não terá a facilidade de antes para conseguir aprovar e conduzir os seus projetos ao seu gosto, pois hoje, a príncipio, dos 21 vereadores, 12 são oposição, inclusive vereadores do seu partido, e os outros nove seriam situação, no entanto, muitos estão descontentes com a falta de atenção do prefeito e podem se juntar aos 12.
Politicamente, esta atual gestão de vereadores está com uma dificuldade tremenda devido os impedimentos judiciais para contratação de assessores parlamentares. E até agora, Pátio só levou muitos vereadores no papo e não ofereceu indicações necessárias, o que formaria um tipo de contrapartida política ao legislativo. No entanto, na nossa opinião isso é muito bom, é a maneira correta de ver as coisas públicas, e assim a Camara Municipal não leva a fama de “puxadinho da Prefeitura”.

Ministro Tarcísio de Freitas: “Eleito senador por Mato Grosso, não seria a perca de uma vaga no Senado para o nosso Estado?”

4 – NOVAMENTE VALE
repetir aquele velho ditado: “Política é como nuvem. Você olha e ela está em um lugar. Olha de novo e ela já mudou”. Aqui já citamos que a notícia de possível apoio do presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido), a uma candidatura ao Senado do atual deputado federal José Medeiros (Pode), simplesmente seria apenas conversa. Em nossa opinião, Medeiros ao invés de ficar defendendo o presidente pelos quatro cantos do país, deveria mostrar mais serviços para Mato Grosso, em especial para a sua base, que é Rondonópolis, e não confiar tanto em promessas eleitorais.

COMO JÁ FOI
colocado em público, o apoio do presidente Bolsonaro será agora para o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, que por incrível que pareça e tendo ainda domicílio em Brasília (DF), poderá concorrer uma vaga ao Senado por Mato Grosso. Ele até já admitiu que pode concorrer a uma vaga no Senado nas eleições de 2022, e que a definição depende do que ajudará mais ao presidente Jair Bolsonaro, pois em discursos recentes, Bolsonaro incentivou uma candidatura de Tarcísio para o governo de São Paulo, mas o ministro se mostrou aberto em buscar uma vaga no Senado em dois outros estados: Goiás e Mato Grosso, o que está mais provável. Tal afirmação já foi feita pelo ministro, inclusive na presença de Medeiros e do atual senador Wellington Fagundes (PL), que deverá buscar a reeleição ao Senado nas eleições de 2022.

Agora, resta saber se o eleitor mato-grossense vai aprovar esse projeto. Mas para este Colunista, se isso vingar, é de se imaginar o retorno do “voto de cabresto”. Para nós é “fora da casinha” uma pessoa de outro Estado vir concorrer a uma vaga legitima de um mato-grossense, que realmente defenderia muito mais a sua terra. Está bem claro que se o ministro Tarcisio for eleito senador por Mato Grosso, irá defender outros interesses claramente políticos, como ele mesmo colocou que seguirá a cartilha de Bolsonaro. Não queremos aqui desmerecer a grande capacidade do ministro da Infraestrutura, Tarcisio Gomes de Freitas, que vem fazendo uma excelente gestão frente a Pasta, tocando novas obras e reiniciando obras paradas há anos, pelo Brasil afora. A nossa preocupação é Mato Grosso ficar sem uma das suas tres vagas no Senado, ou seja, ficar sem um senador nato para defender seus interesses.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui