O agrotóxico apreendido pela PRF teria vindo do Paraguai (Foto – PRF)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu, ontem (16), 198 quilos de agrotóxicos falsificados que eram transportados em um veículo Sprinter branco na BR-163, em Rondonópolis. Dois homens foram detidos por transportar o agrotóxico que segundo eles seria falso, vindo do Paraguai.

De acordo com a PRF, durante fiscalização no Km 95 da BR-163 o veículo, que era conduzido por um homem de 68 anos, foi abordado pelos policiais rodoviários e durante a abordagem o motorista informou que estava vindo de Franca (SP), com destino a Cuiabá, e que estava transportando uma mercadoria, mas não sabia do que se tratava.

 

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————

————————————————————————————

 

 

Os policiais teriam então realizado uma busca no compartimento de carga, onde foram encontrados 32 galões, a princípio, de inseticida. Perguntado sobre as notas, o condutor afirmou que não tinha e que a mercadoria pertencia a um senhor que havia conhecido em Campo Grande (MS). O motorista afirmou que o proprietário estava vindo logo à sua frente, em uma caminhonete Chevrolet/S10, de cor prata. Diante da informação, a equipe da PRF saiu em ronda nas imediações e a aproximadamente 10 quilômetros conseguiram localizá-lo.

Segundo os policiais, o condutor da S10, um homem de 48 anos, informou que o agrotóxico era dele e quando questionado sobre a origem, afirmou que se tratava de agrotóxico falsificado, de origem paraguaia. Ele disse ainda que teria comprado o agrotóxico pelo valor de R$ 1,2 mil. No total, foram apreendidos 198 quilos de agrotóxico falso.
Os dois condutores, os veículos e os produtos apreendidos foram encaminhados à Polícia Civil de Rondonópolis.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui