Proposta do Paço Municipal vai resultar no aumento do IPTU em Rondonópolis (Foto – Leandro Luciano)

O responsável pelo Departamento de Desenvolvimento Imobiliário da Prefeitura de Rondonópolis, Édio Gomes da Silva, deve comparecer hoje (14), a partir das 9 horas, na Câmara Municipal, para esclarecer aos vereadores detalhes do projeto de lei de autoria do prefeito Zé Carlos do Pátio (SD) que prevê o aumento de alíquotas do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), que voltou a tramitar na Casa de Leis.

O chefe do Executivo insiste em alterar a Planta Genérica de Valores (PGV), alegando que é por determinação do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que aponta a necessidade da revisão.

 

 

———— CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————
————————————————————————————

 

 

No entanto, vereador Júnior Mendonça (PT) já antecipou que o prefeito terá pela frente vários entraves para conseguir aumentar o IPTU. O principal deles seria a crise econômica e a pressão por parte da sociedade. “Outra dificuldade é que o prefeito perdeu a maioria dos vereadores da sua base na Câmara Municipal, após articular para desarticular o grupo que defendia a antecipação da eleição da mesa diretora”, lembrou o petista.

Ainda conforme o projeto, as alterações são necessárias devido a incoerências existentes em alguns setores fiscais que precisam adequações de valores para que seja atualizada a planta genérica pelos índices oficiais.
“Na reunião desta terça-feira, o representante da Prefeitura estará na Casa de Leis à disposição dos vereadores para esclarecer pontos do projeto. É uma reunião para se tirar dúvidas sobre a proposta do prefeito que vai resultar no aumento do IPTU em plena crise que o país passa”, completou Júnior Mendonça.

1 COMENTÁRIO

  1. Então os valores devem baixar pois o valor de imoveis tem caído com a pandemia. Numa hora de desemprego, salários congelados não é hora de aumentar mais nada.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui