Câmara Municipal deve realizar uma sessão ordinária e, na sequência, convocar uma outra extraordinária (Foto – Arquivo)

O projeto que prevê a antecipação da eleição da mesa diretora da Câmara Municipal poderá entrar na sessão ordinária de hoje (28), na Casa de Leis. Para que o processo seja antecipado, o projeto deverá passar por duas votações.

A princípio, está cogitado para a primeira ocorrer na sessão ordinária e uma segunda em sessão extraordinária, também prevista para esta quarta-feira. Caso o projeto tenha a aprovação em duas sessões, a eleição da mesa diretora vai ocorrer na próxima segunda-feira, 1° de agosto.

 

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————

————————————————————————————

 

 

“Agora dependemos do vereador Roni Magnani (SD), para colocar o projeto em votação. Hoje temos um grupo coeso de 15 vereadores que defende a antecipação da eleição”, disse o petista Júnior Mendonça, cotado para ser eleito presidente da Câmara Municipal no próximo biênio.

O grupo dos 15 é formado pelos vereadores Júnior Mendonça (PT), Dr. José Felipe (Pode), Paulo Schuh (DC), Kallynka Meireles (PRB), Marisvaldo Gonçalves (PSL), Kaza Grande (DC), Subtenente Guinancio (PSDB), Ozéias Reis (PP), Batista da Coder (SD), Reginaldo Santos (SD), Marildes Ferreira (PSB), Investigador Gerson (MDB), Adonias Fernandes (MDB), Adilson do Naboreiro (SD) e Cido Silva (PSC).

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui