Casa Esperança Feminina “Irmã Luiza” funciona hoje no prédio que era do Cartório do 3º Ofício

A coordenação da Casa Esperança Feminina “Irmã Luiza”, instituição que atende mulheres em situação de vulnerabilidade social, esteve reunida com os coordenadores do Recanto Fraterno, junto com o Padre Sérgio Zanon, da Paróquia São Domingos Sávio. O intuito foi pedir ajuda para abrigar as 19 mulheres que são atendidas pela instituição.

O Recanto Fraterno possui espaço no Residencial Sagrada Família, mas oficialmente encerrou as atividades em 2017. No entanto, nessa reunião, os coordenadores do Recanto disseram que não têm condições de abrigar as mulheres da Casa Esperança Feminina, visto que desenvolvem ali um projeto em parceria com Padre Sérgio e não se pode misturar os trabalhos.

A coordenação da Casa Esperança Feminina queria ajuda com a doação do espaço ou então a divisão do mesmo, para continuar atendendo as mulheres em vulnerabilidade social da cidade. Contudo, encontraram portas fechadas sob a alegação de que a natureza das iniciativas são diferentes. Uma pena, considerando a importância da Casa Esperança Feminina!

Tomara que a Casa Esperança Feminina “Irmã Luiza”, que hoje funciona no prédio que era do Cartório do 3º Ofício, viabilize um novo espaço para continuar desenvolvendo seu projeto. Estamos na torcida!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui