Reportagem do A TRIBUNA na edição deste fim de semana mostrou a visão de alguns economistas da cidade, com relação aos impactos que a expansão da ferrovia podem trazer, é relativamente otimista. Eles apontam que Rondonópolis conta com uma realidade positiva para atrair novos investimentos e diversificar a matriz econômica, que hoje já não está fortemente ligada à agropecuária como em tempos passados. Para os economistas, no entanto, a cidade precisa estar preparada para a mudança e trabalhar para que a economia se fortaleça com diversificação das atividades.

Para a população, certamente essa visão otimista é importante e caso se confirme nos próximos anos será positiva para a cidade. O benefício virá para todos, com empregos e com renda garantida. O que se espera é que realmente o Poder Público concretize os projetos para atrair novos investimentos em atividades diversificadas e os impactos sejam os menores possíveis.

Um dos principais pontos elencados pelos economistas é que Rondonópolis não perderá o protagonismo em Mato Grosso, já que atualmente conta com estrutura e grande potencial em logística que a colocam como uma das mais atrativas para investidores no Estado. Hoje, mesmo em meio a pandemia, setores importantes da economia se mantiveram em crescimento e constituem ponto fundamental para a dinâmica econômica atual, como o setor de serviços, da construção civil e do transporte.

O que se espera para um futuro próximo é que Rondonópolis consiga minimizar os impactos locais em arrecadação com a expansão da ferrovia e reverta as mudanças em benefícios, aproveitando o potencial existente para atrair mais e mais investidores e concretizar a diversificação das atividades econômicas. Rondonópolis também pode se firmar como polo regional educacional e de saúde, movimento que vem crescendo na cidade, e ainda se industrializar e se transformar em um polo de tecnologia e inovação. Possibilidades não faltam realmente, mas a ação precisa acontecer já. A população espera realmente um futuro promissor mesmo em meio às mudanças que virão.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui