Registro da reunião do Comitê de Gestão de Crise realizada na sexta-feira (Foto – DIVULGAÇÃO)

O Comitê de Gestão de Crise do Coronavírus se reuniu nesta sexta-feira (23/7) na Prefeitura de Rondonópolis e definiu o retorno das aulas em sistema híbrido na rede municipal de educação para o próximo dia 9 de agosto. Também ficou determinada a reabertura dos parques e espaços públicos, como Horto Florestal e Cais.

Para definir sobre o retorno às aulas presenciais, a reunião contou com representantes do Ministério Público de Mato Grosso. As promotoras de Justiça Joana Ninis e Patrícia Eleutério se posicionaram favoráveis pelo retorno às aulas presenciais em Rondonópolis a partir de agosto.

 

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————————————————————————————————

 

 

Elas expuseram que a Educação e a Saúde do Município elaboraram um plano para a volta em sistema híbrido e que a medida será possível em função da maior parte dos profissionais da educação estarem vacinados, pelo menos com a primeira dose, e pelo atual cenário da pandemia, com a redução da contaminação.

Também ficou determinada a reabertura dos parques e espaços públicos, como Horto e Cais (Foto – Arquivo)

O prefeito José Carlos do Pátio explicou que a educação já se prepara para receber os alunos no próximo dia 9 de agosto de forma segura e ressaltou que serão reabertos os espaços públicos de esporte e lazer na cidade, mas reforçou a necessidade de a população seguir as normas de biossegurança com o uso de máscaras, mantendo o distanciamento e medidas de higiene como o uso de álcool em gel.

“Nós iremos manter algumas ações para garantir que a população cumpra as medidas de segurança e precisamos da compreensão e muita cautela de todos, pois registramos queda no número de casos em Rondonópolis, mas percebemos que Mato Grosso já vem registrando elevação de casos e algumas cidades próximas estão com o sistema de saúde colapsado. Iremos acompanhar e caso seja necessário será preciso adotar novas restrições”, destacou Pátio.

Com relação ao horário de funcionamento dos estabelecimentos comerciais, que atualmente é das 5h às 22h, com toque de recolher a partir das 23h, não haverá alteração por consenso do Comitê.
Um novo decreto municipal com as mudanças definidas na reunião do Comitê de Gestão de Crise ficou de ser publicado.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui