Produção estimada é de 32 milhões de toneladas, diminuição de 9,72% (Foto – Rafael D Marques)

A menor produção de milho na safra 2020/2021 foi confirmada pelo superintendente do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), que faz parte do Sistema Famato, Daniel Latorraca, durante sua participação em painel na Abertura Nacional da Colheita do Milho 2021 – Mais Milho 2021, em Primavera do Leste.

De acordo com Latorraca é estimada uma redução de 13,96% nos rendimentos na safra 20/21, comparado a safra 19/20, com perspectiva de colher 93,8 sc/ha, e produção de 32 milhões de toneladas, diminuição de 9,72% no mesmo período.

 

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————————————————————————————————

 

 

“Eram esperadas 36 milhões de toneladas do cereal, mas que agora devem ser colhidas cerca de 32 milhões de toneladas”, afirmou Daniel Latorraca.

O atraso na semeadura e colheita de soja fez com que parte das áreas fosse semeada fora da janela ideal de cultivo do cereal, que aliado a falta de chuva e incidência de cigarrinha em algumas regiões, acabaram impactando as lavouras, sobretudo, nas fases de floração e enchimento de grãos, resultando em uma menor produtividade.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui