Rui Matos é jornalista há mais de 20 anos e já conquistou dois prêmios literários e quatro prêmios jornalísticos (Foto – Mailson Prado)

O jornalista e escritor Rui Matos, natural de Rondonópolis, é um dos 11 candidatos que disputam duas cadeiras na Academia Mato-Grossense de Letras no pleito do dia 07 de agosto, em Cuiabá. Onze candidatos disputam as duas cadeiras que tem como patronos Joaquim da Costa Siqueira (Cadeira nº 02) e Joaquim Duarte Murtinho (Cadeira nº 26). Os últimos ocupantes foram Marília Beatriz de Figueiredo Leite e Benedito Pedro Dorileo, respectivamente.

Para a presidente da AML, Sueli Batista, o número de inscritos superou as expectativas e revela que a instituição atrai a atenção de novos autores. “É um privilégio ver a nossa Academia de Letras tão prestigiada. Isso mostra que a AML tem projeção e que há renovação de escritores. Temos que comemorar”, declarou.

Na cadeira nº 05 da AML, outro rondonopolitano já representa o município desde 2007. Wanderlei José dos Reis é autor de oito livros e de inúmeros artigos publicados em revistas jurídicas especializadas no Brasil e Europa. “Wanderlei é especializando em filosofia e direitos humanos, professor de Direito e magistrado”, observa Rui Matos, que pleiteia a cadeira deixada por Marília Beatriz, vítima da Covid-19 em 03 de julho de 2020.

Rui Matos é autor da trilogia romântica Agnus Dei e teve as duas primeiras obras (No Mar de Água Doce e A Voz dos Sinos – Ed Carlini & Caniato) premiadas no Edital da Biblioteca “Estevão de Mendonça”, do Governo de Mato Grosso. Jornalista há quase 30 anos com especialização em Filosofia, Marketing e Historicidade Maçônica, Rui Matos é editor da Revista RDM, com sede em Cuiabá, e já conquistou também importantes prêmios do jornalismo.

Leia o noticiário completo na edição impressa do Jornal A TRIBUNA desta quinta-feira (22/7).

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here