Na Santa Casa, que efetuou 1.109 internações de pacientes em tratamento contra a Covid-19, a mortalidade chegou a 35,16%, com 390 óbitos (Foto – Arquivo)

Nesta semana que está terminando, a Secretaria Municipal de Saúde de Rondonópolis divulgou dados sobre a mortalidade da Covid-19 registrada nos hospitais da cidade ao longo da pandemia. De acordo com o levantamento, a Santa Casa de Misericórdia registrou a maior taxa de mortalidade entre os pacientes, chegando a 35,16%. Na sequência aparece o Hospital Regional de Rondonópolis, com mortalidade de 26,52% e Hospital Unimed, com 14,04%.

 

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————

————————————————————————————

 

 

A taxa de mortalidade foi calculada com base no total de pacientes atendidos em cada um dos hospitais, incluindo moradores de outros municípios da região, e dos óbitos registrados. Segundo a Saúde, 6.565 pacientes ficaram internados nos hospitais de Rondonópolis e destes, 1.113 perderam a vida em decorrência da doença desde o início da pandemia.

A unidade que teve o maior número de internações foi o Hospital Regional, que atendeu 1.693 pessoas. Dentre os pacientes internados ao longo da pandemia, 449 morreram. Assim, a taxa de mortalidade em decorrência da Covid-19 foi de 26,52%.

Na Santa Casa, que efetuou 1.109 internações de pacientes em tratamento contra a Covid-19, a mortalidade chegou a 35,16%, com 390 óbitos registrados. No Hospital Unimed, as internações chegaram a 876, e destes, 123 pacientes morreram. A taxa de mortalidade registrada atingiu 14,04%.
Na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), que não contava com leitos de tratamento intensivo, e com isso não mantinha grande contingente de pacientes graves, a mortalidade registrada foi bem menor, e fechou em 6,52%. Foram 1.594 internações em decorrência da Covid-19, com 104 óbitos registrados.

Da mesma forma, o Hospital Municipal Antonio dos Santos Muniz, registrou mortalidade de 4,14%. O índice menor ocorre, pois na maior parte da pandemia, o hospital mantinha apenas pacientes em enfermarias, com quadro de saúde menos grave. Apenas em abril, o hospital passou a contar com 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e começou a tratar pacientes em estado grave. As internações em decorrência da Covid-19 chegaram a 1.038, sendo que 43 pessoas morreram.

No hospital Materclin, outra unidade que não conta com leitos de UTI, a taxa de mortalidade foi bem menor que nos demais, e chegou a 1,77%. No hospital, 225 pacientes ficaram internados e 4 vieram a óbito.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here