BOLSONARO DIZ EM CADEIA NACIONAL QUE TEM COMPROMISSO COM A VACINAÇÃO DOS BRASILEIROS

O presidente Jair Bolsonaro durante solenidade de Ação de Graças, no Palácio do Planalto.

PRONUNCIAMENTO
O presidente Jair Bolsonaro resolveu deixar as redes sociais de lado para se pronunciar em cadeia nacional, na noite desta quarta-feira, exaltando os esforços do governo quanto à vacinação contra a Covid-19. No momento em que o país registra mais de 465 mil mortes pela doença, Bolsonaro pretende usar frases de efeito, daquelas que colam e que, fatalmente, irão se multiplicar pela internet. No último discurso realizado em março, Jair Bolsonaro disse que estavam “garantidas” 500 milhões de doses até o fim do ano. Enfim, será o assunto do momento.

BATE-BOCA
O presidente da CPI da Covid do Senado, Omar Aziz (PSD-AM), se envolveu em um bate-boca com Marcos Rogério (DEM-RO), nesta quarta-feira (2), depois de dizer que o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, mentiu à comissão no depoimento que prestou em 6 de maio. O relator da comissão, Renan Calheiros (MDB-AL), também entrou na discussão e soltou uma pérola: “Nós continuamos com a impressão de que não há ministro da Saúde”. Será mesmo? A discussão ocorreu durante a oitiva da médica infectologista Luana Araújo, que chegou a ser indicada para chefiar a Secretaria Extraordinária de Enfrentamento à Covid do Ministério da Saúde, mas teve a nomeação vetada pelo Palácio do Planalto 10 dias depois.

TELECOMUNICAÇÕES
O senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) irá satisfazer um pouco do seu desejo de se tornar diplomata. É que ele participará de uma missão aos Estados Unidos liderada pelo Ministério das Comunicações para tratar sobre a implementação da tecnologia 5G no Brasil. A viagem está prevista para ocorrer entre os dias 6 e 11 de junho e será a primeira missão oficial do governo brasileiro após a chegada de Joe Biden à Casa Branca. Os membros da comitiva terão compromissos em Washington e em Nova York. Estão previstos, entre outras reuniões, encontros com representantes do FBI e da CIA (o serviço de inteligência americano) e com empresas de telecomunicações, como Qualcomm, Motorola, IBM, AT&T, e Nokia.

TÁ CHEGANDO
Sobre a tecnologia 5G, o ministro das Comunicações Fábio Faria disse esperar que, até julho do ano que vem, todas as 27 capitais do país tenham acesso à rede 5G. “Teremos o 5G standalone em todas as capitais. Independentemente de atrasar um mês, a gente consegue se adequar, as próprias operadoras já falaram isso. Então até o ano que vem, as capitais terão o 5G ‘Ferrari’”, afirmou. Faria disse, ainda, que a viagem de Flávio Bolsonaro aos EUA não tem propósitos políticos de aproximação com o presidente Joe Biden. O ministro argumentou que o governo brasileiro “é próximo do governo americano” e que “mantém sua proximidade”.

POLÊMICA
O presidente Jair Bolsonaro vem usando as redes sociais para confirmar que o Brasil receberá as partidas da Copa América deste ano, apesar da pressão de políticos e autoridades sanitárias para que o governo recusasse o convite da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol). A entidade ofereceu o torneio ao país diante da desistência das sedes originais. Uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF), no entanto, pode barrar a realização do evento. A questão virou queda de braço e vai render pano pra manga, já que há vários campeonatos de futebol acontecendo no Brasil sem qualquer crítica de autoridades ou da imprensa.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here