“…a vida
É luta renhida:
Viver é lutar.”
(Gonçalves Dias)

Não vou desistir.
Não vou parar.
Não vou trair.
Não vou calar.

Vou persistir.
Vou caminhar.
Vou defender.
Vou gritar.

Talvez eu canse.
Talvez eu caia.
Talvez eu sangre.
Talvez eu morra.

Pode ser que ninguém me veja.
Pode ser que ninguém me ajude.
Pode ser que ninguém me compreenda.
Pode ser que ninguém se importe.

Minha luta independe das circunstâncias.

Manterei o bom humor,
Exercitarei a calma,
Cultivarei o amor,
Descansarei minha alma.

Mas se alguém ver;
Se o irmão se importar;
A criança aprender;
O idoso esperançar;
O desocupado crer;
A autoridade se responsabilizar;
O especialista atender;
O novo acontecer;

A luta não terá sido em vão!

 

(*) Senio Alves é professor na Escola Municipal Princesa Isabel e artista plástico.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here