Entorpecente, celulares e dinheiro encontrados com mulher no Residencial Ana Carla, em Rondonópolis (Foto – Divulgação)

Uma mulher de 44 anos foi presa em flagrante por tráfico de entorpecentes, nesta terça-feira (11), no Residencial Ana Carla, em Rondonópolis, pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos. Ela comercializava a droga na presença dos filhos, menores de idade.
Os investigadores chegaram à suspeita depois de receber averiguar uma informação de que a mulher estava vendendo drogas e realizava a atividade ilícita na frente dos filhos.

Ao ser abordada nesta terça-feira em sua residência, ela negou que tivesse drogas na casa e rapidamente sentou-se por cima de uma sacola. Quando os policiais civis iniciaram as buscas no interior da casa, a suspeita ficou bastante nervosa e tentava a todo momento distrair a equipe.
Enquanto os investigadores faziam as buscas, a mulher disse aos filhos que drogas seriam encontradas, mas que as crianças deveriam ficar tranquilas, pois ela logo sairia da cadeia.

Ao questionar novamente sobre os entorpecentes, um dos filhos pediu que a mãe entregasse logo o entorpecente que estava na sacola que ela ocultou.
Ela admitiu que estava vendendo o entorpecente há seis meses, aproximadamente. Os policiais localizaram ainda uma balança de precisão, filme plástico e uma faca com resquícios de droga. Durante a busca na casa, familiares da suspeita agrediram verbalmente a equipe policial.

Os investigadores relataram que esse tipo de situação tem sido frequente em diversos bairros de Rondonópolis, com a intenção de desqualificar as ações de combate ao tráfico de drogas realizadas pela Polícia Civil.
A advogada da suspeita chegou à residência e conversou com a cliente, que foi posteriormente conduzida à Derf de Rondonópolis e autuada em flagrante por tráfico de drogas. A suspeita tem outras passagens pelo mesmo crime e também por porte ilegal de arma de fogo e receptação.

Após os procedimentos policiais, ela será encaminhada à unidade prisional feminina do município, onde aguardará audiência de custódia do Poder Judiciário.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here