(Foto – Arquivo)

A Prefeitura de Rondonópolis anunciou ontem (11) que, com a chegada de 930 doses da vacina Coronavac, irá retomar a imunização dos idosos hoje (12). Poderão receber a segunda dose da vacina, idosos com 70 anos ou mais. O atendimento será realizado na Escola Estadual Pindorama das 8 horas às 11 horas para mulheres e das 13 horas às 17 horas para homens. O Município ainda aguarda o envio de mais doses da Coronavac para ampliar a administração da segunda dose para as demais faixas etárias.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, cerca de 4 mil pessoas aguardam a segunda dose da Coronavac na cidade. Mesmo com a chegada das 930 doses, ainda restará cerca de 3 mil que precisam receber a segunda dose.

Além da Coronavac, Rondonópolis recebeu ontem mais 3.720 doses da vacina da AstraZeneca e informou que está ampliando a vacinação das pessoas com comorbidades a partir de hoje. Poderão se imunizar com a primeira dose da vacina contra o coronavírus hoje pessoas com 40 anos ou mais com comorbidades, pacientes oncológicos, garis (independente da idade) e pessoas que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

 

 

PUBLICIDADE

 

 

Esse público deve procurar um dos seguintes locais de vacinação: Centro Cultural José Sobrinho e os postos de saúde Paineiras, Dom Osório, Padre Miguel, Pedra 90, Morumbi, Serra Dourada, Itamaraty, André Maggi e Cohab, e no Estádio Municipal Luthero Lopes (sistema drive thru). O atendimento nos locais de vacinação será das 8h às 11h para mulheres e das 13h às 17h para os homens.

Amanhã (13) a vacinação segue nos mesmos locais e horários e podem se vacinar pessoas com 35 anos ou mais com comorbidades, pacientes oncológicos, garis (independente da idade) e pessoas que recebem BPC. Já na sexta-feira (14) será iniciada a vacinação para pessoas com 59 anos ou mais (público em geral). O atendimento será nos mesmos locais e horários.

SUSPENSÃO TEMPORÁRIA DA VACINAÇÃO DE GESTANTES
A Secretaria Municipal de Saúde também informou ontem que a vacinação de gestantes com comorbidades está suspensa temporariamente na cidade. O Município decidiu atender orientação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que determinou a suspensão da administração da vacina da AstraZeneca para gestantes. Diante da situação, a Secretaria de Saúde destacou que irá manter a vacinação das gestantes suspensa até manifestação oficial do Ministério da Saúde sobre o caso.

A Anvisa emitiu nota técnica na noite de segunda-feira (10), na qual recomendou a suspensão imediata da vacinação de gestantes com o imunizante da AstraZeneca e que os municípios sigam a orientação da bula da vacina, na qual não há indicação para gestantes. A manifestação da Anvisa ocorreu depois que o Ministério da Saúde informou que investiga o caso da morte de uma gestante no Rio de Janeiro.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here