Rondonopolitanos têm ido aos locais de vacinação e ainda não tem encontrado a segunda dose da Coronavac – (Foto – A TRIBUNA)

Sem previsão de recebimento de novas doses da vacina Coronavac ainda não há data para a retomada da vacinação com a segunda dose para os idosos em Rondonópolis. De acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde, 4.250 idosos já deveriam ter sido imunizados com a segunda dose da vacina Coronavac, cujo prazo estabelecido pelo fabricante deve ocorrer entre 14 e 28 dias.

Contudo, a Saúde vai seguir orientação do Ministério da Saúde e imunizar esses idosos com a segunda dose quando esta for disponibilizada, mesmo que em data posterior aos 28 dias estabelecidos pelo fabricante.

 

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————
————————————————————————————

 

 

Segundo a enfermeira da Vigilância Epidemiológica do Município, Cibelly Carvalho, os idosos devem tomar a vacina quando esta estiver disponível mesmo que o prazo da segunda dose já tenha passado.

Ela explica que esta é a orientação do Ministério da Saúde e que a administração da segunda dose após o prazo definido pelo fabricante não implicará na redução da imunização.

A enfermeira destaca que o sistema imunológico tem “memória” e funciona por meio de estímulo de um antígeno (vacina) e, quando a segunda dose for aplicada, mesmo que depois do prazo estabelecido pelo fabricante da vacina, os anticorpos serão normalmente produzidos e, por isso, não há prejuízos quanto a imunização.

O problema, conforme explica, é que enquanto a pessoa não toma as duas doses da vacina ela continua vulnerável, podendo se infectar e adoecer pela Covid-19. Assim, as pessoas que tomaram somente a primeira dose ainda não estão imunes e precisam continuar adotando todas as medidas de proteção para que não se contaminem.

Para a Coronavac, que é fabricada pelo Instituto Butantan, o prazo de aplicação da segunda dose determinado pelo fabricante é de 14 a 28 dias.

Após a tomada da segunda dose, o fabricante informa que a imunidade será adquirida depois de mais 15 dias. Com a demora para a aplicação da segunda dose, mais pessoas continuam vulneráveis, sem ainda estarem imunes a doença e essa situação é um empecilho no combate à pandemia.

A Secretaria Municipal de Saúde informou que recebeu, na última sexta-feira (30), 90 doses da vacina Coronavac, que serão utilizadas para a aplicação da segunda dose para profissionais da saúde que também estão no prazo de imunização.

Problema no fornecimento

Todo transtorno que deixou o Município sem vacinas para a segunda dose dos idosos teria sido ocasionado pelo próprio Ministério da Saúde, que em 21 de março deste ano, emitiu orientação aos municípios para que utilizassem todas as doses da Coronavac disponíveis na aplicação da primeira dose nos idosos, garantindo o envio das segundas doses nos prazos.

Na ocasião, o Ministério da Saúde informou que, “com a garantia da estabilidade na entrega semanal de doses produzidas no Brasil, o Ministério da Saúde autorizou o uso da totalidade das vacinas distribuídas para aplicação da primeira dose, permitindo assim ampliar ainda mais a vacinação dos brasileiros”.

De acordo com o Ministério da Saúde, com a mudança, não seria mais necessário fazer a reserva da segunda dose do imunizante do Butantan, como a pasta vinha orientando até então.

O Ministério da Saúde recomendou então que os estados também aplicassem essa estratégia para as doses a partir desta data.

No entanto, a garantia de que as doses seriam entregues aos estados e municípios nas datas corretas não foi cumprida pelo Ministério da Saúde e muitos municípios brasileiros, assim como Rondonópolis, tiveram que suspender a vacinação com a segunda dose da Coronavac aos idosos por falta de vacinas. Uma nova data de envio das vacinas ainda não foi definida pelo Ministério da Saúde.

1 COMENTÁRIO

  1. Vacinas, prazos, promessas, falta do IFA, produção da vacina paralisada cria uma grande confusão, insegurança, sem saber em quem acreditar. Estamos lidando em salvar vidas , em responsabilidade, mas parece que muitas autoridades do setor estão assistindo um circo dos horrores.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here