Rondonópolis registrou neste mês de abril 106 mortes em função do novo coronavírus – (Foto – ARQUIVO/ROBERTO BARCELOS)

O mês de abril fechou como um dos mais letais da pandemia em Rondonópolis, com 106 óbitos registrados. Desde o início da pandemia em março de 2020, somente o mês de julho teve mais mortes registradas pela Covid-19, quando 116 pacientes perderam a vida em Rondonópolis.

A média diária de mortes neste último mês ficou em 3,5 óbitos dia. Em julho, a média foi de 3,7 mortes por dia.

 

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————
————————————————————————————

 

 

Em número de casos confirmados da doença, no entanto, abril foi o pior mês da pandemia. Foram confirmados em abril 2.991 casos, média de 99,7 casos novos por dia, enquanto que em julho, até então o mês com maior número de casos, teve 2.498 confirmações da Covid-19, média diária de 80,5 novos casos.

Abril também teve um grande número de pacientes recuperados da doença. Foram 3.535 pessoas que se recuperaram. Desde o início da pandemia, 25.057 pessoas se infectaram e se recuperaram da Covid-19 em Rondonópolis. O total de infectados foi de 26.648 até ontem (30). Os dados são do boletim epidemiológico da Covid-19 da Secretaria Municipal de Saúde.

Mesmo que abril tenha sido um dos piores meses da pandemia, nos últimos 15 dias o número de infectados, de mortes, bem como de internações pela doença tem caído. Ontem, a cidade tinha 879 pessoas em tratamento da doença, com o vírus ativo, redução de 43,72% com relação ao primeiro dia do mês, quando 1.562 pessoas estavam em tratamento contra a Covid-19 e com o vírus ativo.

Queda também foi registrada no número de pacientes hospitalizados em decorrência da doença. Em 1º de abril, 120 pessoas seguiam internados em tratamento em hospitais da cidade. Ontem, eram 82. Redução de 31,66% na quantidade de internações.

Esse índice refletiu na ocupação das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), que também registrou queda. Em 1ª de abril, a ocupação dos leitos de UTI nos hospitais da rede pública de Rondonópolis ultrapassava 100% e ainda havia pacientes que aguardavam em fila de espera por um leito. Essa situação mudou, e a abertura de novos leitos de UTI contribuiu para reduzir a ocupação. A taxa de leitos ocupados ontem baixou para 78,3%, com 13 leitos de UTI disponíveis.

Mortes atualizadas

A Secretaria Municipal de Saúde informou no boletim epidemiológico que foram incluídos mais 33 óbitos em decorrência da Covid-19 que ocorreram nos meses de julho, agosto e setembro de 2020. Segundo a Saúde, os óbitos entraram no sistema somente agora. Com a atualização, Rondonópolis chegou ontem a 712 mortes pela doença.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here