PUBLICIDADE
Paulo José Correa: “Fonte fidedigna ligada ao grupo de Pátio confirmou que ele é pré-candidatissimo ao cargo de deputado federal…”

1 – SENHORES E SENHORAS,
na Coluna do dia 12 de novembro de 2020, falamos aqui da possibilidade do atual representante do escritório de Rondonópolis em Brasília, Paulo José Correa, concorrer ao cargo de candidato a deputado estadual em 2022, no arco de aliança que será formado pelo prefeito Zé do Pátio, em torno do qual existe muita conversa de que poderá se candidatar a governador de Mato Grosso nas próximas eleições.

Agora nesta semana uma fonte fidedigna ligada ao grupo de Pátio nos confirmou que Paulo José Correa já é pré-candidatissimo ao cargo de deputado federal. Isso mesmo, o homem vai para a disputa e ainda pelo que se sabe, a pedido de uma leva de lideranças políticas da cidade. Ocorre que Paulo José é um homem que acompanha o prefeito Zé Carlos do Pátio (SD) há 30 anos, onde destas três décadas 15 anos são de atuação política e no serviço público.

Ele que é tido como “braço direito” do prefeito, vem a cada dia ganhando destaque no meio político da cidade, pois os grandes trunfos do governo de Pátio tem o dedo de Paulo José, que com um perfil técnico conseguiu grandes projetos para a cidade.

Só para se ter uma ideia, as mais de 20 mil moradias construídas pelo governo federal por aqui, todos os processos passaram pelas mãos de Paulo José, que já foi secretário Municipal de Habitação. Além disso, ele foi o principal articulador de uma parceria com empresários que estão construindo o prédio da Universidade Estadual de Mato Grosso (Unemat), no espaço do antigo aeroporto.

Estrutura que será doada para a instituição em breve. Outro destaque que o “braço direito” de Zé do Pátio ganhou foi com sua condução no processo que entregou mais de 15 mil títulos de regularização fundiária em vários bairros na cidade. Agora a frente do escritório da Prefeitura em Brasília, já trabalha até para regularização fundiária de áreas da zona rural.

Falando em uma possível pré-candidatura de Pátio ao governo estadual, este projeto político de Paulo José poderá alavancar ainda mais. E pelo que sabe, já existem grupos políticos o sondando para somar forças com o projeto.

Luizão: “Ao julgar pelas suas movimentações, ele está mesmo com o firme propósito de se candidatar a deputado estadual…”

2 – E NA CIDADE

mais nomes poderão disputar uma vaga nas próximas eleições, seja para deputado estadual ou federal. Aqui lembramos das declarações do empresário Luizão (PRB), que já está trabalhando o nome para uma futura pré-candidatura a deputado, seja estadual ou até mesmo federal. E ao que tudo indica, ele está com o pé firme mesmo neste propósito, sendo que vem andando bastante. E lembramos que seu avião novo chegou.
Do mesmo partido de Luizão, quem pode encabeçar uma candidatura de deputada federal é a vereadora Kalynka Meirelles (PRB).

Já pelo Democracia Cristã, está o empresário Cláudio Paisagista, o qual anda se movimentando no sentido de disputar uma vaga para a Assembleia Legislativa. Pelo PSDB, o vereador subtenente Guinancio também é o nome para emplacar uma pré-candidatura a deputado estadual. Vereador de segundo mandato, também já anda se movimentando no meio político com esse projeto. Ainda na Câmara, o seu presidente Roni Magnani (SD) também se articula para disputar uma vaga de deputado estadual.

Como aqui já destacamos, o empresário Thiago Muniz (Dem), também poderá disputar uma vaga na Assembleia Legislativa no próximo pleito eleitoral. Mas agora com a chegada do empresário pioneiro Zeca Dávila, que também é do Dem e retorna a Rondonópolis depois de alguns anos morando no Estado de São Paulo, e segundo ele em declaração ao A TRIBUNA, voltou para ser candidata a deputado estadual, o projeto de Thiago Muniz poderá ser até uma candidatura a deputado federal. O Zeca, que já foi deputado estadual e tem muito conceito em Mato Grosso, sem dúvida é um grande reforço numa chapa do Democratas.

E AINDA TEREMOS

os candidatos à releição, como os deputados estaduais Thiago Silva (MDB), Nininho (PSD), Sebastião Rezende (PSC) e Claudinei Lopes (PSL), que já estão empenhados nos seus projetos políticos, com grande divulgação dos seus trabalhos, e o que promete intensificar muito daqui para frente. Ao que tudo indica, será uma verdadeira chuva de candidatos no próximo pleito eleitoral em Rondonópolis.

3 – CONFORME

foi publicado pelo A TRIBUNA, a Câmara Municipal aguarda o julgamento de um recurso apresentado pela Procuradoria da Casa de Leis, junto ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso, para tentar reverter uma decisão de primeira instância que obrigou o Legislativo municipal a demitir todos os assessores parlamentares, no dia 31 de dezembro de 2020.

A mesma decisão ainda veta os vereadores de contratarem assessores sem a realização do concurso público. Sendo assim, os novos vereadores eleitos e aqueles que conseguiram se reeleger no pleito eleitoral de 15 de novembro passado estão impedidos de contratar seus assessores parlamentares.

O recurso foi apresentado no TJMT, esclarecendo a necessidade da contração de novos assessores para o trabalho externo e informando que a Câmara está disposta a realizar o concurso público para os cargos administrativos, ou seja, para as funções que são desempenhadas dentro da Câmara Municipal.

Para os vereadores, esta situação tem prejudicado a atividade parlamentar. Até então, os vereadores aguardam autorização da justiça para a contratação, a fim de desempenhar a função de cada parlamentar. No entanto, chegou para o Colunista que a maioria dos vereadores estão se valendo da verba indenizatória de R$ 10 mil/mês para pagar salários de assessores. Mas mesmo assim, aqueles que prometeram cargos de confiança para seus cabos eleitorais, seguem o mandato num clima de lentidão para muitas atividades, pois sem assessores não conseguem executar tudo o que planejam.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here