Os leitos semi-intensivos da UPA para Covid-19 viveram ontem um dia de caos, com superlotação – (Foto: Arquivo)

 

Um requerimento de autoria da vereadora Kalynka Meirelles (PRB) está solicitando do Gabinete de Segurança Pública (GASP) reforço no policiamento noturno na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), localizada na Rua José Gonçalo, bairro Santa Marta.

Segundo consta no documento, tal demanda foi encaminhada pelos funcionários da UPA, sendo que os mesmos estão trabalhando com medo de invasão e até mesmo ameaças da parte de pacientes e familiares durante o expediente.

 

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————————————————————————————————

 

 

Consta no documento, que o reforço no policiamento inibiria excessos de conduta e, se por ventura virem a acontecer, a presença de policiais conteria rapidamente tais atitudes, visto que os trabalhadores da linha de frente do enfrentamento da Covid-19 precisam da tranquilidade de saber que, nesse momento de pandemia, estão guardados em sua integridade física e moral.

Conforme publicado pelo A TRIBUNA, a atual situação da pandemia tem deixado muita gente desesperada. Tanto que, no dia 18 de março, um homem tentou retirar à força sua esposa que estava internada com Covid-19 na Unidade de Pronto Atendimento. Diante da situação, servidores da unidade de saúde chamaram a polícia, e o homem acabou preso.

Também no mês passado, outro homem invadiu a UPA armado. Ele estava revoltado por não poder ver a mãe que estava internada na unidade com sintoma da Covid-19. A situação acabou resolvida pelos próprios servidores e nada de pior ocorreu.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here