O Centro de Saúde Cohab Velha é um dos locais onde haverá vacinação contra covid-19 para o público com mais de 80 anos – (Foto – Arquivo)

 

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) informou que irá encaminhar para Rondonópolis 1.690 doses da vacina Coronavac, mas ainda não confirmou a data de entrega ao Município.

A previsão é que aconteça a partir desta segunda-feira (8). As doses que devem ser enviadas para Rondonópolis foram recebidas pelo Estado na quarta-feira (3), e fazem parte da última remessa com 25,4 mil doses.
Segundo a SES, as unidades desta nova remessa serão utilizadas como primeira ou segunda aplicação.

 

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————
————————————————————————————

 

É recomendado que sejam priorizadas as pessoas de 80 a 84 anos e trabalhadores da saúde. Para a vacina Coronavac, em que o prazo para a aplicação da segunda dose varia entre 14 e 28 dias.

Conforme dados da Secretaria Municipal de Saúde divulgados até a sexta-feira (5), Rondonópolis aplicou um total de 9.558 doses de vacina. Este montante permitiu a imunização de 6.784 pessoas, já que 2.774 já tomaram também a segunda dose.

Nesta segunda-feira (8), começa em Rondonópolis a vacinação de idosos com idade entre 80 e 84 anos. A imunização vai acontecer, de acordo com a Prefeitura, 8 às 11 horas e das 13 às 17 horas nos seguintes locais: Centro de Saúde Cohab Velha, Centro de Saúde São Francisco, Centro de Saúde Nossa Senhora do Amparo, ESF Pedra 90, ESF Luz D’Yara, ESF Parque São Jorge e ESF Serra Dourada.

Paralelamente, também devem ser imunizados na segunda-feira (8) com a segunda dose os profissionais da saúde que receberam a primeira dose da vacina pertencentes aos lotes: 202009014 e 200278. A imunização deste público ocorrerá no auditório da Prefeitura de Rondonópolis, das 8h às 11h e das 13h às 17h.

Prefeito adere a consórcio para compra de vacinas

A Prefeitura de Rondonópolis informou, nesta sexta-feira (5), que o Município manifestou interesse em participar do consórcio nacional de cidades para compra de vacinas contra a covid-19.

A inciativa pela criação do consórcio foi lançada esta semana e já conta com a assinatura de 1.292 prefeituras, conforme lista divulgada da Federação Nacional de Prefeitos (FNP).

Em Mato Grosso, Rondonópolis não está sozinha nesse grupo e vai se juntar a outros oito municípios no consórcio, são eles: Cuiabá, Cáceres, Primavera do Leste, Diamantino, Nova Xavantina, Brasnorte, Alto Araguaia e Nova Lacerda.

A decisão foi tomada somente agora porque o prefeito José Carlos do Pátio estava aguardando um estudo da Procuradoria Geral do município. A previsão é que a associação seja efetivamente instalada até o dia 22 de março.

Para o secretário de Saúde do município, Rodrigo Ferreira, a criação do consórcio traz uma esperança a mais para a gestão em acelerar o processo de imunização da população, uma expectativa de um retorno gradativo à normalidade.

O gestor ressalta que, por meio do consórcio, os municípios poderão comprar as vacinar diretamente dos fornecedores, eliminando intermediários.

A intenção da FNP é que as prefeituras possam comprar as vacinas caso o Plano Nacional de Imunização (PNI), coordenado pelo Ministério da Saúde, não seja capaz de suprir toda a demanda. (Com informações da assessoria)

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here