Ao todo foram 60 festas clandestinas fechadas em 34 municípios, inclusive em Rondonópolis – (Foto: Divulgação)

De sexta-feira (12/02) a terça-feira (16/2), a Polícia Militar de Mato Grosso realizou 104 dispersões de aglomerações em eventos irregulares no estado. Mais de 2,1 mil pessoas foram abordadas nas ações; 32 delas foram conduzidas à delegacia. A ação visou coibir eventos em meio ao carnaval cancelado por conta da pandemia da Covid- 19.

Mesmo sem as tradicionais festas carnavalescas, a PM não parou, reforçou ainda mais o policiamento com 631 policiais e 256 viaturas para garantir a segurança da população e intensificar a fiscalização em prol do combate às festas e eventos clandestinos com grande número de pessoas.

Ao todo foram 60 festas clandestinas fechadas em 34 municípios, medida de dispersar as aglomerações de pessoas para evitar a contaminação pelo coronavírus, atendendo o decreto do Governo de Mato Grosso.

De acordo com relatório da Superintendência de Planejamento Operacional e Estatística da Polícia Militar (SPOE-PMMT), nesse período, 2.186 pessoas foram orientadas a deixar as festas, bares e outros eventos e irem para casa.

As 32 pessoas apresentaram maiores irregularidades como porte de entorpecentes, armas de fogo, resistência, dentre outras ações fora da lei, foram conduzidas pelos policiais militares à delegacia.

Em 2020, desde que começaram as medidas restritivas de prevenção ao novo coronavírus, a PM fez 5.709 dispersões, acabou com aglomerações, festas e dentre outros eventos irregulares. Ainda no mesmo período, a Polícia Militar fechou cerca de 400 estabelecimentos por desrespeitarem as medidas de prevenção essenciais para evitar a contaminação do vírus e notificou 2.153 comércios nos quais havia pessoas sem usar a máscara facial, proteção obrigatória.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here