Cuidado com a palavra
Porque ela tem poder
Depois que ela for lançada
Não tem como reverter

Às vezes, diz “eu não posso”
Sabendo que pode sim
O que é muito para o outro
Pode ser pouco pra mim

Cuidado com o “eu não vou”
Você pode ter que ir
Mesmo que seja chorando
Sem vontade de sorrir

Sempre fala “eu não quero”
E um dia pode querer
O tempo passa tão rápido
E você pode se arrepender

Quantas vezes diz “não tenho”
Às vezes até faz desdenho
Quando chegar a sua vez
Contemplará com o desenho

É melhor ficar calado
Do que querer retrucar
Quem da palavra faz o bom uso
É bem-vindo em qualquer lugar

(*) Cleunice Lopes Siqueira é aposentada e moradora no Distrito de Boa Vista.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here