(Foto: Arquivo)

 

A duplicação do trecho entre o Trevão e a ponte sobre o Córrego Lourencinho, era uma grande demanda de Rondonópolis. Após muitos anos, e muitos entraves, a obra finalmente saiu do papel e hoje o trânsito tem maior fluidez naquela região, bem como os trabalhadores que atuam nos distritos industriais e os moradores de bairros como o Verde Teto e Maria Vetorasso, um pouco mais de segurança para fazer a travessia diária na rodovia.

Contudo, como o jornal A TRIBUNA vem tratando desde que a obra foi entregue, uma falha no projeto coloca diariamente em risco a vida de motoristas e passageiros que passam por aquele trecho. Temos noticiado, com muita preocupação, os acidentes registrados na ponte sobre o córrego, geralmente veículos de carga que acabam tombando, causando riscos a vida do motorista e também das outras pessoas que estão passando pela rodovia.

É nítido para qualquer cidadão, sem a menor necessidade de ser um engenheiro, por exemplo, que o estreitamento bruto da pista no sentido Pedra Petra, logo após uma curva é uma verdadeira arapuca para os motoristas. Claro, existe a imprudência, de condutores que abusam da velocidade, especialmente naquele ponto com um asfalto novinho, em uma descida e sem redutor de velocidade. Contudo, quando a própria pista não colabora, não adianta apenas culpar os motoristas, se o poder público não faz sua parte.

Observamos com bons olhos o pedido de audiência pública feita pelo vereador Subtenente Guinâncio (PSDB), para discutir uma solução para aquela situação. Importante que as autoridades de Rondonópolis também tomem frente da situação, bem como nossos representantes nas esferas estadual e federal. Temos um senador da República em Rondonópolis, e se ele não puder tratar pessoalmente dessa questão no Dnit, quem poderá?

Esperamos que esse movimento cresça e uma solução para esse grande problema apareça o quanto antes. Inicialmente, inibidores de velocidade, mas é óbvio que a solução definitiva passa pela construção de mais uma ponte e, assim, o fim de vez da curva perigosíssima. Iremos acompanhar de bem perto, cobrando resultado para mais essa importante demanda de nossa cidade.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here