Não! Não troque sua bênção por nada desse mundo,
Aquilo que tu és, sigas como estais.
Fiel nos seus intentos, o melhor sempre virá
Sabendo que os seus sonhos, em Deus se cumprirá.

Às vezes, o que te oferecem, são coisas irrisórias.
Não vale a pena viver sem norte para seguir
Se sonhas em voar além dos sentimentos.
Por que trocar o que tens, por prazeres de momentos?

Às vezes as coisas fáceis, fáceis vão embora,
Chora-se a vida, a graça que perdeu.
O que fazer? Se tudo é prazer de hora em hora?
Quando, olhando para si, os anos foram embora?

A caminhada é difícil, mas, chega-se a algum lugar
Os sonhos são teus, viva-as com alegria
Mesmo que o desespero bate à tua porta
A tua fé sendo inabalável, é o que importa.

Não sejas um Esaú que gastou seus dias em jogatina
Sem pensar, ofereceu para Jacó o melhor que tinha
Momentos por momentos, o amanhã seria outro dia,
Entregou sua primogenitura, por um prato de lentilha.

 

(*) Isaías Dias é poeta e romancista. Autor do livro “A Chalana do Adeus”. Membro da ARL

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here