Em consequência à pandemia da COVID-19, os processos de ensino e de aprendizagem vêm passando por adaptações.

As aulas presenciais estão suspensas e os estudantes seguem estudando em suas casas tendo aulas por meio de ferramentas digitais e materiais apostilados, tal como acontece na Escola Estadual Silvestre Gomes Jardim, do Município de Rondonópolis, localizada na Região Sudeste do Estado de Mato Grosso.

A escola, dentro de suas possibilidades, tem dado suporte aos estudantes para que eles prossigam com a rotina de estudos, inclusive nas aulas do Componente Curricular Educação Física.

No mês de setembro, foi trabalhado com os estudantes da segunda e terceira fase do 3° Ciclo do Ensino Fundamental, questões diversas que integram o objeto de conhecimento “saúde e qualidade de vida”, com a intencionalidade de formar e construir conhecimentos, assim como desenvolver competências e habilidades relacionadas à área de Linguagem.

Os estudantes realizaram atividades fundamentadas em conteúdos temáticos focados no cenário pandêmico como sedentarismo, patologias, atividades e exercícios físicos e política de redução dos índices de sedentários.

Dentre as estratégias adotadas, a mediação, explanação e sintetização dos conhecimentos aprendidos, foram explorados a partir da análise das experiências de cada estudante.

Essa sistematização experienciada culminou em produção de textos pelos estudantes, aqui representados por dois deles que destacamos nesta página.

Na etapa de produção dos textos, os estudantes receberam devolutivas acerca da revisão e estruturação, aliado às expressões de ideias e a organização do pensamento sobre o tema gerador.

Ao despertar o interesse da importância dos conteúdos tematizados na intencionalidade de uma formação crítica e reflexiva foi possível observar o empenho dos envolvidos nas atividades propostas.

E, apesar das dificuldades de se trabalhar o ensino a distância com o ensino fundamental, houve a sensibilização dos estudantes e familiares quanto às possibilidades de aprendizagem em situação remota, principalmente, com a disseminação dos conhecimentos adquiridos por meio das mídias digitais.

Enquanto Professor de escola pública, ouso dizer, que a educação tem sido desafiadora!

Logo, “Ser Professor” nos dias atuais exige ousadia, atenção para os processos de ensinar e para as estratégias pedagógicas adotadas por Professores e Professoras.

Nessa estrutura complexa chamada Educação, o protagonismo docente e discente precisa emergir na perspectiva da valorização das experiências e vivências, elucidando questões diversas das diferentes realidades e intencionando uma construção de conhecimentos que vai além dos “muros escolares”.

 

(*) Diogo Diedrich Lemes Grellmann – Professor de Educação Física, Mestrando – Universidade São Judas Tadeu – São Paulo

 

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here