A esperança da CDL é a de que cada rondonopolitano consiga engrenar na retomada econômica ainda nesta reta final de 2020, com datas importantes que movimentam os negócios – (Foto – Arquivo)

 

Em ofício encaminhado ao prefeito Zé Carlos do Pátio, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Rondonópolis (CDL) pede a abertura do comércio local nos dias 2 (feriado nacional de Finados) e 20 (feriado estadual da Consciência Negra) de novembro. O documento é assinado pelo presidente da entidade, Thiago Sperança.

“Com tantos prejuízos que nosso comércio já amargou ao longo deste ano, toda possibilidade de recuperação é bem-vinda.

Nossa esperança é a de que cada rondonopolitano consiga engrenar na retomada econômica ainda nesta reta final de 2020, com datas importantes que movimentam os negócios e geram emprego e renda.

Cada dia de comércio aberto é um dia de recuperação do desgaste provocado pela pandemia”, analisa Sperança.

 

O documento emitido ao gestor municipal destaca, justamente, estas expectativas. Seguindo as projeções do comércio local, os meses de novembro e dezembro serão decisivos no processo de recuperação da economia.

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————————————————————————————————

 

 

Com boa parte dos consumidores recebendo salários e ao menos a primeira das duas parcelas do 13º salário a partir da próxima semana, a injeção nas compras, aliada à confiança restabelecida dos consumidores, deve alavancar as vendas e aumentar os ganhos de quem trabalha no setor.

Outro argumento da CDL no ofício é permitir que, com mais tempo para ir às compras em novembro, se evite a aglomeração de pessoas nas lojas, garantindo medidas de segurança e saúde, como o distanciamento social e fiscalização quanto ao uso de máscaras de proteção dentro de cada estabelecimento. Somente em novembro, importante lembrar, além das compras antecipadas para o Natal, datas como a Black Friday tendem a levar mais pessoas ao comércio.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here