O goleiro Hugo Souza foi o grande destaque do Mengão na noite de ontem – (Foto: Gabriel Machado/AGIF)

 

O Flamengo visitou o Athletico-PR, na noite de ontem (28), pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil e volta para o Rio de Janeiro com uma vitória por 1 a 0 na bagagem. Na Arena da Baixada, Bruno Henrique marcou o gol que garante aos cariocas a vantagem do empate no segundo confronto.

As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira (4), no Maracanã. Para avançar ainda no tempo normal, o Furacão precisa vencer por dois gols de diferença. Caso os paranaenses igualem o saldo de gols, a vaga será decidida nas penalidades. 

Na Arena da Baixada, foi o Flamengo que se impôs no início do jogo. Com mais posse de bola, os cariocas pressionaram o Furacão. Aos 17, após boa trama ofensiva, Pedro quase marcou. O time da casa tentou responder com Nikão. Mas o Fla abriu a contagem logo na sequência. Isla levantou a bola na área, Pedro dividiu com Santos e viu a bola carimbar o travessão. Na sobra, Bruno Henrique não perdoou e mandou para o fundo das redes, aos 19 minutos: 1 a 0.

O duelo seguiu com os visitantes no comando das ações e, aos 34, Pedro de novo levou perigo à meta adversária. Do outro lado, o Athletico voltou a assustar já na marca dos 42, em dois lances consecutivos. Primeiro, Walter parou no goleiro Hugo Souza e depois Reinaldo errou o alvo.

Buscando o empate, o Furacão foi mais agressivo no segundo tempo. Cittadini, aos seis, aproveitou cruzamento de Reinaldo e testou firme para a defesa de Hugo. Dois minutos depois, Nikão teve nova chance, mas esbarrou na marcação. Walter, aos 10, também chegou com perigo e mais uma vez o goleiro do Fla evitou o gol. Enquanto os visitantes assustaram novamente com Pedro. Mas o Furacão seguiu insistindo no ataque. Cittadini, aos 17, cabeceou rente à trave.

Já aos 18, Reinaldo foi quem parou em grande defesa de Hugo. Sempre com Pedro, o Flamengo por pouco não marcou o segundo, aos 25. Para coroar a grande atuação, Hugo salvou os cariocas em cobrança de pênalti de Walter, aos 31. Na sequência, Bruno Henrique criou boa oportunidade para o Fla, mas mandou para fora. O confronto continuou movimentado, com as duas equipes buscando o gol, mas a rede não balançou mais na Arena da Baixada.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here