Fulô: “é preciso ter seriedade e honestidade” – (Foto: Deivid Rodrigues/A TRIBUNA)

 

O vereador e candidato nesta eleição, Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (MDB), é o mais experiente do legislativo atual. Assumiu o primeiro mandato em 1993, permaneceu na Câmara Municipal por seis mandatos consecutivos e reassumiu uma vaga há cerca de um mês, como suplente de Thiago Muniz, que se licenciou para concorrer a Prefeitura.

Com tantos anos na vida política, Fulô explica que gosta de poder contribuir para construir uma cidade melhor e que na política, seja no legislativo ou executivo, é preciso ter seriedade e honestidade.

“Eu sei que posso continuar contribuindo para a cidade, a sociedade. Política é para servir, ajudar o povo, seja aprovando leis que irão melhorar a cidade ou não aprovando, quando podem trazer prejuízos.

Ajudando a administração municipal com o que será bom para a população e contrariando quando necessário. Na política nós temos que servir e não se servir dela”, sustenta Fulô.

 

O vereador também diz considerar que a coerência é fundamental para um político.

“Tem que ter convicção do que fala, faz ou quer, pensando na população em primeiro lugar. Pensar leis que vão melhorar a cidade”, completa.

 

Fulô ressalta que atuar no legislativo é diferente.

“Vereador não faz asfalto. Vereador não faz casa”, afirma e reforça que o que diferencia um bom vereador é justamente a coerência e a seriedade em suas decisões, além da honestidade.

 

“O Brasil estaria muito melhor se os políticos agissem assim, servissem ao povo e não se servissem da política em benefício próprio”.

 

 

1 COMENTÁRIO

  1. Esse vereador está super certo! Por isso que a cada eleição temos que TROCAR todos eles, assim não vão ter tempo de criar vínculos para seu próprio benefício.
    Alguém será acho correto um vereador ficar se reelegendo por 3 ou 4 mandatos?

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here