É um costume dizer itadakimasu (いただきます?), literalmente “Eu humildemente recebo”, antes de começar a comer a refeição, e gochisosama deshita (ごちそうさまでした?), literalmente “Foi um banquete”, ao anfitrião depois da refeição e aos funcionários do restaurante na hora de ir embora.[5]

 

Toalha quente

Antes de comer, a maioria dos restaurantes oferece uma toalha quente um lenço molhado em pacote (um oshibori). Ele é usado para limpar as mãos antes de comer (e não depois). Em certas situações, é considerado rude usá-lo para limpar o rosto ou outra parte do corpo que não as mãos.[6]

 

Tigelas

O arroz ou a sopa é comido pegando-se o chawan (tigela japonesa) com a mão esquerda e usando os hashis com a direita, ou vice versa se a pessoa for canhota.

Tradicionalmente, os hashis são segurados com a mão direita e o chawan com a esquerda[7] – aliás, as crianças japonesas aprendem a distinguir esquerda de direita como “a mão direita segura os hashis e a mão esquerda segura o chawan” – mas comer com a mão esquerda também é aceitável atualmente. As tigelas podem ser levadas até a boca, mas não devem tocá-la, exceto no momento de beber a sopa.

 

Molho de soja (shoyu)

Normalmente, o shoyu não é colocado na maior parte dos pratos na mesa; um pratinho para shoyu é fornecido. O molho de soja, entretanto, deve ser colocado diretamente no tofu e em pratos com nabo (daikon) ralado, além de ser derramado no ovo cru quando se estiver preparando o tamago kake gohan (“ovo no arroz”).

O molho de soja nunca deve ser colocado em cima do arroz ou na sopa. É considerado rude desperdiçar shoyu, então deve-se moderar no uso quando se estiver molhando os pratos.[8]
pauzinhos (hashi)

Os pauzinhos nunca devem ser fincados verticalmente no arroz, pois isso lembra palitos de incenso (que normalmente são colocados na posição vertical na areia) durante oferendas aos mortos. Usar os pauzinhos para lançar comida ou apontar não é recomendável. É considerado falta de educação morder os hashis.[9]

 

Prato em comum

Quando for necessário pegar comida de um prato em comum, a menos que os convivas sejam a família ou amigos muito íntimos, deve-se inverter os hashis para agarrar o alimento; é considerado mais higiênico. Alternativamente, pode-se usar um par de pauzinhos exclusivos para o prato em comum.[10]

 

Dividir

Quando se desejar dividir a comida com outra pessoa, é recomendável movê-lo diretamente de um prato para o outro. Nunca se deve passar a comida de um par de hashis para outro, pois isto lembra o ato de passar os ossos do falecido durante um funeral japonês.[11]

 

Comer o que é recebido

É costume comer arroz até o último grão. Pegar grão por grão é desaconselhado, e não é usual fazer pedidos especiais ou substituições nos restaurantes.

É considerado ingratidão fazer esses pedidos, especialmente em circunstâncias em que a pessoa é uma convidada, como em um jantar de negócios.

As boas maneiras requerem o respeito ao cardápio do anfitrião.

 

Bebida

Mesmo em situações informais, beber álcool sempre começa com um brinde (kanpai, ??), quando todos estão prontos. Não é costume servir a bebida a si próprio; ao contrário, espera-se que as pessoas mantenham os copos dos outros sempre cheios. Quando alguém se move para encher o seu copo, a pessoa deve segurá-lo com as duas mãos e agradecer.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here