A sociedade é algo que existe
Quando alguém anda triste…
O bem maior se torna mal
Quando a burocracia impera
Nas relações ditas humanas.
A burocracia não tem poesia
A burocracia é um mal em
Toda forma de poder
As normas buscam a sua
Legitimação justamente
Quando se burlam as leis
E estas já tenham sido privilégio
De alguns em detrimento da maioria
Totalmente despida de amparo legal.
A burocracia despida de amparo legal.
A burocracia é feita só
Para sacanear quem procura
Andar direito na tortuosidade
Do jeitinho brasileiro…

(*) AIRES JOSÉ PEREIRA é escritor com 17 livros publicados, membro efetivo da ACALANTO – Academia de Letras de Araguaína e Norte Tocantinense. É professor e coordenador do curso de Geografia da UFR. É coautor do Hino Oficial de Rondonópolis – MT. Possui vários artigos publicados em revistas científicas e jornais

 

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here