Desde meados de dezembro de 2019, as promessas seguem se arrastando sobre a data para a entrega do residencial – (Foto: Arquivo)

 

Em Rondonópolis, as 470 famílias contempladas com uma casa no Residencial Dona Neuma, que fica na região norte da cidade, seguem aguardando a entrega das residências há meses.

Com insistentes adiamentos e informações desencontradas, as famílias, que são de baixa renda e vivem de aluguel ou de favor, aguardam pela tão sonhada casa própria.

Desde meados de dezembro de 2019, as promessas seguem se arrastando sobre a data para a entrega do residencial.

As mais recentes eram para julho deste ano, quando os próprios contemplados chegaram a realizar uma força tarefa de limpeza das casas para agilizar a parte que cabia à construtora responsável, e a obra ser entregue o mais rápido possível.

 

 

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————
————————————————————————————

 

 

O tempo passou e os adiamentos prosseguiram. Na última informação recebida, a entrega seria dentro desse mês de outubro e a obra somente não havia sido entregue ainda porque o Sanear – Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis, ainda não havia recebido o empreendimento.
Procurada, a Secretaria Municipal de Habitação e Urbanismo informou ao A TRIBUNA que o Residencial Dona Neuma está pronto para ser entregue.

“Todas as situações foram resolvidas, inclusive junto ao Sanear.

Um ofício foi encaminhado pela Pasta na quinta-feira [15] para a Superintendência da Caixa Econômica Federal solicitando que seja marcada a data de entrega do empreendimento.

A parte que cabe ao Município está concluída”.

 

O A TRIBUNA teve acesso a um ofício que foi enviado pela Caixa Econômica Federal, ao Ministério do Desenvolvimento Regional, na última sexta-feira (16), um dia após o ofício da Prefeitura ter sido protocolado. Nele, a superintendente executiva de Habitação, Paula Maria Coelho Leal Muller, solicita que a entrega do residencial seja iniciada a partir do dia 27 de outubro.

As informações de bastidores dão conta que, agora, a entrega das casas é uma questão política. Isso porque o Ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, pode decidir participar do ato de entrega, e então a data fica dependendo da agenda do Ministro.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here