Parte do público presente na convenção do Solidariedade, realizada na semana passada – (Foto: Arquivo)

 

O prefeito Zé Carlos do Pátio (SD), mais uma vez, gera polêmica em meio a pandemia. Agora vem gerando questionamento a convenção que homologou sua pré-candidatura à reeleição, na semana passada.

O entendimento é que ele desrespeitou o próprio decreto municipal que prevê medidas de combate à pandemia do novo coronavírus.

Isso porque, no último dia 16, reuniu uma multidão para a convenção do partido Solidariedade, que ultrapassou em muito o público autorizado por decreto municipal, no caso de 100 pessoas, reunindo um público de mais de 300 pessoas no salão da Paróquia São José Operário, durante a noite.

Há notícias de que até servidores da Vigilância Sanitária prestigiaram o evento.

Pelo decreto no 9.682, de 03 de setembro de 2020, em vigor, fica estipulada a retomada gradativa de atividades no município, sendo autorizada a realização de eventos de qualquer natureza, com público limitado de até 100 pessoas, seguindo as medidas preventivas.

Segundo informações das lideranças do próprio prefeito, mais de 300 pessoas estavam nesse evento político.

Conforme apurado pela reportagem, outros eventos partidários ocorreram na cidade respeitando a limitação de público, a exemplo a convenção do PRB, que homologou a pré-candidatura a prefeito do empresário Luiz Fernando Homem de Carvalho, o Luizão, bem como dos demais partidos e candidaturas.

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here