Apesar de os produtores rurais estarem liberados para o plantio, a grande maioria ainda deve aguardar as chuvas caírem no Estado – (Foto: Divulgação)

 

A partir de hoje (15/09), os produtores de soja de Mato Grosso poderão iniciar o plantio no Estado. O vazio sanitário estará encerrado – o período proibitivo de cultivo de soja em Mato Grosso iniciou em 15 de junho.

O objetivo é reduzir a sobrevivência do fungo causador da ferrugem asiática durante a entressafra, atrasando assim a ocorrência da doença na safra seguinte.

Porém, apesar de os produtores rurais estarem liberados para o plantio, a grande maioria ainda deve aguardar as chuvas caírem no Estado.

Segundo as previsões, as precipitações só devem acontecer na última semana de setembro.

O vazio sanitário existe em Mato Grosso há 14 anos e é uma das medidas fitossanitárias mais importantes para a prevenção e controle da ferrugem asiática na soja.

Apesar da pandemia, os técnicos do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Indea-MT) fiscalizaram mais de 3500 propriedades durante o período. Os números de inspeções, notificações e autuações ainda estão sendo finalizados.

Além disso, todas as áreas com plantio excepcional de soja também foram vistoriadas, as quais deviam se manter durante todo o período de vazio sanitário livre de ferrugem asiática, com aplicações regulares de fungicidas registrados para o controle da doença.

A safra 2020/2021 começará a ser plantada no Estado e terá como data limite para o plantio o dia 31 de dezembro.

“Após realizar o plantio de sua lavoura o produtor deverá realizar o cadastro ou atualização do cadastro da Unidade de Produção junto ao Indea-MT, impreterivelmente até o dia 15 de fevereiro do ano seguinte”, informa Ana Paula Vicenzi, Coordenadora de Defesa Sanitária Vegetal do Indea-MT.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here