Projeção é que haja um volume maior de água para o início de 2021, mas ainda na média – (Foto: Arquivo)

 

As chuvas para safra 2020/2021 devem estar dentro da média. É o que afirmou o professor PhD em Meteorologia pela Universidade de Wisconsin (USA), Luiz Carlos Molion, durante a terceira live da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), promovida pelo Projeto AproClima, nesta quinta-feira (03/09). O evento online contou com cerca a presença de 2.500 pessoas.

 

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————————————————————————————————

 

 

Durante a palestra, o professor Molion explicou que as variações climáticas servem como base para as estimativas e previsões de colheitas futuras, que irão repercutir nos números finais nas próximas safras. Ele comparou o clima deste ano com os ciclos semelhantes aos anos 2004/2005, que indicaram redução no volume de chuva de outubro a dezembro, mas em 2021 melhora.

 

Professor PhD em Meteorologia pela Universidade de Wisconsin (USA), Luiz Carlos Molion – (Foto: Divulgação)

“Produtores rurais não precisam ter pressa para o plantio da safra 2020/2021, embora as chuvas possam atrasar um pouco, pode-se esperar um volume maior de água para o início de 2021, mas no geral estará na média. Não precisa se preocupar com chuvas nessa safra”, pontuou.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here