Sandra Raquel explica que “Projeto Âmago” oferece alternativa de “botão do pânico” para proteção das mulheres – (Foto: Divulgação)

 

A Associação em Defesa e Garantia das Mulheres do Estado de Mato Grosso (antiga Associação de Mulheres de Rondonópolis e Região Sul de Mato Grosso) firmou parceria para trazer para o estado o “Projeto Âmago”.

A iniciativa, que é desenvolvida por uma empresa privada de Curitiba (PR), foi idealizada por um grupo de pessoas que pensaram numa ferramenta de “botão do pânico” a fim de oferecer proteção para as mulheres.

“Trata-se de um serviço gratuito que dispõe de um ‘botão do pânico’ que pode ser solicitado por uma mulher que se sentir risco em qualquer tipo de violência”, explicou a presidente da associação”.

 

O “Projeto Âmago” está atrás de parceiros para expandir a ideia em todo o território nacional e escolheu a presidente da entidade, com sede em Rondonópolis, para ser a embaixadora da iniciativa em Mato Grosso.

As mulheres que tiverem interesse na ideia podem entrar no site (www.amago.app) e seguir o passo a passo para entrar numa fila de espera do projeto.

“Quando a associação soube do ‘Projeto Âmago’ nós solicitamos 200 botões. Quando esse material chegar, vamos definir a melhor forma de como serão distribuídos”.

 

Sandra alertou que quanto mais cedo a mulher se cadastrar no serviço melhor será para ela ser beneficiada. Ao receber o botão, a pessoa também será orientada de como prosseguir com o serviço.

“Ela terá que baixar um aplicativo e cadastrar nesse aplicativo cinco pessoas de sua extrema confiança. Quando estiver em situação de risco, ela vai apertar o botão.

Então, o sistema vai alertar as cinco pessoas registradas via SMS. A associação conscientizará que essas cinco pessoas cadastradas entrem em contato com a polícia pelo número 190 e mandem a localização da vítima”.

 

A previsão dos botões chegarem a Associação em Defesa e Garantia das Mulheres do Estado de Mato Grosso é até o final deste mês de setembro.

“Será muito importante esse projeto porque ele será uma alternativa para a mulher se proteger e buscar ajuda, se sentir protegida. Ela vai entender ao apertar aquele botão ela vai estar protegida de alguma forma”.

 

Para quem quiser mais informações sobre o “Projeto Âmago” pode entrar com a associação pelo número (66) 99922-6597.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here