Jô reestreou com a camisa corintiana e marcou o segundo gol do Timão – (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)

 

O Corinthians está classificado para a semifinal do Campeonato Paulista e mantém vivo o sonho do tetracampeonato inédito. Na noite de ontem (30), no Morumbi, em São Paulo (SP), na partida única das quartas de final, os comandados de Tiago Nunes vencerem o RB Bragantino por 2 a 0.

O primeiro gol foi marcado pelo volante Éderson, logo aos 27 segundos de partida. Atacante e ídolo alvinegro, Jô reestreou com a camisa corintiana indo às redes aos 19 minutos do segundo tempo, marcando de cabeça.

O adversário na próxima fase, a ser também disputada em jogo único, será o Mirassol, que eliminou o São Paulo com triunfo, na noite de anteontem (29), por 3 a 2. Por ter melhor campanha, o Corinthians poderá jogar na Arena Corinthians.

O JOGO

Logo aos 27 segundos, o Corinthians conseguiu abrir o placar. Éderson roubou a bola na intermediária, arrancou e resolveu arriscar de fora da área. O chute saiu rasteiro, sem muita força, mas o goleiro Júlio César não conseguiu fazer a defesa.

O RB Bragantino tentou superar a adversidade sob a liderança de Artur. Aos oito minutos, o ex-atacante de Palmeiras e Bahia soltou a perna de longe e carimbou o travessão. Já aos 13, partiu na individualidade, entrou na área e bateu para fora, com perigo.

A equipe interiorana, comandada por Felipe Conceição, seguiu comandando as ações, explorando a velocidade pelo lado direito do ataque, mas encontrou dificuldades para furar a defesa. Aos 47, após sobra de escanteio, Luan quase ampliou para os paulistanos.

Com pouco mais de um minuto da etapa final, o RB Bragantino mostrou que ia tentar a classificação a qualquer custo. Artur cobrou escanteio da direita, a bola foi afastada e sobrou para Morato, que arriscou de longe e mandou para fora, passando próxima à trave direita.

Discreto até ali, começou a aparecer aos 12. Fagner cruzou para o atacante, que tentou um voleio, parando em Júlio César. Na sequência, porém, ele foi às redes. Aos 19 minutos, Luan bateu escanteio na cabeça do centroavante, que subiu bem e testou firme para ampliar.

Na reta final do confronto, o Corinthians pouco se expôs e administrou o resultado com tranquilidade. O único momento de maior perigo do RB Bragantino aconteceu aos 28, em cobrança de falta de Claudinho.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here