Vereador Adonias Fernandes e a presidente do Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde e Endemias da Região Sul de Mato Grosso, Marina Lara – (Foto: Divulgação)

 

O vereador Adonias Fernandes (MDB) se mostrou preocupado com a situação da saúde no município de Rondonópolis ao fazer sua fala na sessão da Câmara Municipal desta quarta-feira (29). O parlamentar fez o pedido ao prefeito José Carlos do Pátio e ao secretário Municipal de Saúde, Marcus Vinicius, para que seja feito o chamamento dos agentes de saúde e endemias que fizeram o seletivo.

“Além da pandemia do coronavírus, estamos com muitos casos de dengue e esses profissionais vêm para auxiliar e fortalecer a saúde em nosso município”, afirmou.

De acordo com Adonias, várias unidades de saúde estão com desfalque desses profissionais e ainda há outras unidades que serão inauguradas e que por isso foi feito seletivo. “Fiz o pedido ao prefeito e ao secretário mostrando a necessidade e a importância desses profissionais que auxiliam a população em um momento tão complicado que é esse que estamos vivendo”, explicou.

Adonias destacou que, com o recurso que veio para saúde, é possível chamar esses profissionais e que depois, ao fazer o credenciamento dos agentes no Ministério da Saúde, o governo envia verba para ajudar a pagar esses profissionais.

“Essas pessoas já fizeram a prova, passaram, levaram toda a documentação, só estão aguardando o chamamento. Sem contar que muitos acharam que logo seriam chamados e abriram mão de seus empregos e agora estão passando dificuldades, por isso peço ao município que faça a contratação”, finalizou.

VISITA AO PREFEITO

Na manhã desta quinta-feira (30), o vereador Adonias Fernandes acompanhou a presidente do Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde e Endemias da Região Sul de Mato Grosso (SIRAC), Marina Lara, para cobrar o chamamento dos profissionais, na Prefeitura.

“Estamos na Prefeitura para apoiar esses profissionais, pedindo que o prefeito contrate essas pessoas. Estamos em um momento de pandemia, onde é fundamental a presença desses profissionais nas microrregiões para auxiliar a população”, afirmou Marina.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here