A Polícia Rodoviária Federal (PRF) deflagrou em todo o Brasil, na quinta-feira (28), a “Operação Tamoio”, com objetivo de aumentar o enfrentamento à criminalidade.

Tais ações são reorientadas por meio de informações da inteligência policial, o que traz otimização dos recursos humanos, tecnológicos e o emprego das Unidades de Recursos Especializados da Polícia Rodoviária Federal.

A proposta de intensificar o enfrentamento qualificado à criminalidade e prover informação e conhecimento para maior eficiência na segurança pública da “Tamoio”, já vem gerando resultados positivos.

Até a manhã do sábado (30), com um efetivo superior a 5.200 policiais, a Polícia Rodoviária Federal apreendeu mais de 7,7 toneladas de maconha, assim como 106 quilos de cocaína.

Com uso intenso de fiscalização, municiada com inteligência operacional, conseguiu tirar 21 armas de fogo e 652 munições de circulação.

O número de veículos recuperados na operação também chamou atenção: 56 na totalidade. Foram realizadas apreensões de mais de 5 mil pacotes de cigarros contrabandeados. No total, foram 316 pessoas detidas.

 

Maconha em ônibus foi descoberta e apreendida em Rondonópolis

Na sexta-feira (29) no km 80, da BR-163, em Rondonópolis, durante mais uma fiscalização da “Operação Tamoio”, os agentes da PRF abordaram um ônibus que faz a linha Foz do Iguaçu/PR para Sinop/MT.

Durante fiscalização foi encontrada uma mochila e em seu interior três peças de substância semelhante a maconha, pesando aproximadamente 3 kg.

O passageiro de 26 anos, informou aos policiais que recebeu uma certa quantia em dinheiro, para transportar a droga de Foz do Iguaçu para Sorriso/MT.

(Foto: Secom / PRF-MT)

 

TAMOIO – O nome Tamoio vem do Tupi Guarani TAMUÍA, que significa o avô, o antepassado. A Confederação dos Tamoios foi uma aliança de tribos indígenas firmada com o objetivo de combater os portugueses e outras tribos que os apoiavam. A referência é em relação à aliança dos grupos especializados da PRF unidos nessa operação.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here