Imagem mostra trechos das avenidas W-9 e W-11, além das avenidas Binário Sul e Binário Norte, que serão atendidos com asfalto – (Foto: Divulgação)

 

A Prefeitura de Rondonópolis iniciou, ontem (25), o processo licitatório para obras de drenagem e pavimentação de algumas ruas e avenidas do bairro Parque Sagrada Família. Até o fechamento da edição, o Portal da Transparência do Município não estava atualizado com relação à licitação, porém, na última apuração feita pelo A TRIBUNA, as obras estavam orçadas em mais de R$ 28 milhões.

Segundo informado pela Prefeitura, seis empresas interessadas participaram do processo licitatório. “Os integrantes da comissão de licitação receberam os envelopes com a documentação, fizeram a apreciação e deram os vistos. O processo segue agora para o período de avaliação dos documentos”, informou o Município.

 

Vereadores e lideranças comunitárias acompanharam licitação

 

A TRIBUNA teve acesso às ruas que serão beneficiadas com a drenagem e o asfaltamento. É possível verificar que as áreas mais beneficiados serão as proximidades do condomínio Terra Nova, Sesc de Rondonópolis, parte da Avenida W-9 e imediações, bem como parte da Avenida W-11 e imediações. O desenho da obra mostra que, aparentemente, a intenção é garantir acesso à ponte construída sobre o Rio Vermelho ao fim da Avenida W-11, local que hoje é tomado por uma grande erosão.

Além disso, também é possível verificar que no projeto consta a ampliação do asfaltamento das avenidas Binário Norte e Sul, que atualmente já estão recebendo a pavimentação em um trecho. A licitação prevê que a Binário Sul, que hoje está asfaltada até a rotatória do Parque São Jorge, chegue até a Rotatória do Anel Viário. Já a Binário Norte, que hoje está próxima da rotatória do Parque São Jorge, deve ser pavimentada até o primeiro acesso ao Jardim Atlântico.

Vale ressaltar que o recurso que será utilizado para obras do Sagrada Família é oriundo da emenda federal no valor de R$ 56 milhões, anunciada para investimentos nos distritos industriais de Rondonópolis, ainda no início de 2018, e viabilizada graças ao entendimento dos deputados federais e senadores do Estado sobre a importância desses espaços para a economia estadual. Parte do fatiamento do recurso, não liberado para a finalidade inicial, será portanto utilizado no asfaltamento do Sagrada Família.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here