Ministério Público do Trabalho em Rondonópolis notificou as grandes redes de supermercado da cidade – (Foto: Arquivo)

 

O Ministério Público do Trabalho em Rondonópolis começou a notificar, desde a última sexta (27), as grandes redes de supermercado da cidade, a fim de garantir a adoção de medidas para prevenção dos riscos de disseminação do novo coronavírus (Covid-19). Foram expedidas notificações recomendatórias aos quatro maiores supermercados da cidade.

Segundo a procuradora do MPT, Louise Monteiro Gagini, “convém cobrar e recomendar às autoridades sanitárias dos estados e municípios a observância e adoção de medidas de proteção à saúde e segurança do trabalhador, inclusive aos trabalhadores em redes de supermercados, apoio e assistência aos potenciais casos, especialmente no que concerne à disponibilização e uso efetivo de equipamentos de proteção individual (EPIs) e coletiva (EPCs) indicados pelas autoridades de saúde locais, nacionais e internacionais de acordo com as orientações mais atualizadas”.

Nas recomendações, os supermercados são orientados a desenvolver um plano de contenção ou prevenção de infecções, com a adoção de medidas de controle de cunho administrativo ou estrutural, para evitar a exposição dos trabalhadores no ambiente de trabalho e desacelerar a propagação para a população em geral.

Dentre essas medidas de controle constantes do documento estão a disponibilização de kit completo de higiene de mãos nos sanitários de clientes e funcionários, com sabonete líquido, álcool em gel 70% e toalhas de papel; a proibição da utilização, pelos trabalhadores, de equipamentos dos colegas de trabalho, como fones, aparelhos de telefone, mesas; e a higienização das superfícies de toque, como maçanetas, portas, elevadores, bancadas, esteiras e carrinhos de compras, após cada uso, ou, no mínimo, a cada três horas, durante o período de funcionamento.

Também deve ser realizada a limpeza rápida dos equipamentos de pagamento eletrônico (máquinas de cartão de crédito e débito) após cada utilização. As empresas devem ainda eliminar bebedouros de jato inclinado disponibilizados a empregados e ao público em geral e garantir que os repositores de mercadorias mantenham distância tanto dos clientes quanto entre si.

Aos profissionais responsáveis pelas atividades de limpeza e higienização, os supermercados devem fornecer equipamentos de proteção individual (EPIs) adequados aos riscos e em perfeito estado de conservação, segundo as normas estabelecidas pelas autoridades sanitárias, compreendendo, no mínimo: óculos de proteção ou protetor facial, máscara cirúrgica, avental, luvas de borracha e botas impermeáveis.

 

GRUPOS DE RISCO

O MPT recomenda também que as empresas, quando da fixação de políticas de afastamento de trabalhadores, priorizem aqueles que integram o grupo de alto risco, como maiores de 60 anos, portadores de doenças crônicas, imunocomprometidos e gestantes. Os estabelecimentos também são orientados a adotar uma política de autocuidado para a identificação de potenciais sinais e sintomas e o posterior isolamento e comunicação de casos suspeitos aos serviços de saúde.

 

2 COMENTÁRIOS

  1. Até que enfim o bom senso prevaleceu. Idosos, crianças e portadores de risco ficar em casa e as pessoas voltem ao trabalho, observando todos os cuidados necessários, principalmente ao retornar para casa. Na entrevista do Dr. Whong (USP) na Record, ontem à noite,deu uma aula sobre todos os tipos de vírus e os devidos cuidados que a pessoa deve ter. A dengue, H1N1 e chikungunya matam muito mais do que o Coronavírus/ Covid-19. Deixou claro que isolamento total não é recomendável e que as pessoas normais devem ir trabalhar. Os apartamentos e casas devem ficar bem ventilados e as pessoas devem manter distância uma da outra de em torno de 2 metros, nada de abraços e nem aperto de mãos, pois o vírus é transmitido pelo contato.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here