Registro da reunião do Comitê Gestor de Crise do Município, ocorrida ontem – (Foto: Divulgação)

 

O Comitê de Gestão de Crise do Município se reuniu na noite de ontem (30/3), na sede da Prefeitura de Rondonópolis. Após as explanações e propostas apresentadas, o prefeito Zé Carlos do Pátio decidiu que vai editar um novo decreto autorizando a reabertura das atividades empresariais em Rondonópolis, incluindo indústria, prestação de serviços e comércio, com algumas exceções, desde que tomadas as medidas protetivas aos funcionários e clientes. As atividades devem ser normalizadas a partir de amanhã (1/4).

Sem embates e de forma amistosa, a reunião foi conduzida pelo próprio prefeito Zé Carlos do Pátio, contando com a presença de representantes da Câmara Municipal, profissionais da saúde, Polícia Militar, da gestão municipal, entre outros. “Gostei muito das medidas tomadas. O prefeito agiu com responsabilidade nesse momento. Em função do bloqueio social realizado e da estabilização dos casos da doença na cidade, justificou-se a flexibilização das medidas”, avaliou ao A TRIBUNA o vereador Fábio Cardozo, que foi um dos cinco vereadores que participou da reunião.

 

————  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  ————
————————————————————————————

 

 

O decreto municipal 9.422, de 21 de março de 2020, suspendia o funcionamento das atividades empresariais em Rondonópolis por 10 dias, até 31 de março deste ano, mantendo apenas os serviços essenciais. Com a decisão tomada ontem, um novo decreto deve ser assinado pelo prefeito, com previsão de ser publicado nesta terça-feira (31/03), liberando as atividades industriais, de serviços e comércio, com exceções, a exemplo de cinemas, bancos e outros locais que gerem aglomeração de pessoas.

 

(Foto: Divulgação)

 

Contudo, as empresas deverão seguir medidas protetivas à proliferação do coronavírus em suas atividades, como disponibilização de álcool em gel, práticas de higienização, evitar aglomeração, jornada reduzida para funcionários, entre outras que serão especificadas no decreto a ser baixado hoje. Atividades como bares, restaurantes e lanchonetes devem continuar com o atendimento no sistema de entrega.

Apesar da decisão, o Comitê de Gestão de Crise do Município deve voltar a se reunir daqui a sete dias, para avaliação do cenário local e tomada de novas medidas, caso necessário

Os detalhes do novo decreto serão publicadas na edição de amanhã do A TRIBUNA.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here